ANO: 26 | Nº: 6526
18/02/2019 Cidade

Pedritense expõe fotografias no Consulado dos Estados Unidos

Foto: Eduardo Rocha/ Especial JM

Imagens ficarão em exposição a partir de hoje
Imagens ficarão em exposição a partir de hoje

O fotógrafo pedritense Eduardo Rocha, de 39 anos, foi escolhido para levar 20 das obras que compõem a exposição "Um Sul de Imagens", na sede do Consulado dos Estados Unidos, em Porto Alegre, que, pela primeira vez, desde o início das operações, em junho de 2017, vai receber uma mostra fotográfica em suas dependências.

A visitação à mostra, com imagens que retratam a diversidade de paisagens dos campos do Sul do País, é restrita aos solicitantes de visto para o país americano e permanecerá no local até 15‬ de abril. A seleção reúne cenas do cotidiano campeiro interpretadas pelo fotógrafo, que têm nos detalhes e simplicidade o ponto alto das suas obras, além de um olhar apurado de quem traz no sangue a história do Estado. Natural de Dom Pedrito, Rocha cresceu entre a linha imaginária que divide o Brasil do Uruguai.

Segundo Mark Hernandez, chefe de Administração do Consulado Americano, a iniciativa visa valorizar artistas gaúchos e proporcionar uma interação do ambiente com a cultura e hábitos do Sul.

Fotógrafo e publicitário, Rocha atua na área há 12 anos e, neste período, já participou de diversas exposições individuais e coletivas, tanto nacional, quanto internacionalmente. O pedritense tem seu trabalho fotográfico voltado à arte e cultura regional, envolvendo pesquisa, produção, arte, música e história. Suas fotos já estamparam mais de 100 álbuns de músicos regionalistas.

Já fotografou em quatro continentes, cruzando por China, Mongólia, Estados Unidos e África do Sul. Pela América Latina, o profissional percorreu os caminhos do cavalo crioulo com o projeto Origem Crioula.

Atualmente, está responsável pela fotografia do projeto Influência, que conta a formação dos povos do Sul sob a influência da equitação. Também dirige a plataforma multimídia EloSul, responsável por valorizar e difundir a cultura regional através dos meios digitais. "Entendo a fotografia como uma forma de documento de um tempo. Através dela, consigo que pessoas viagem para lugares, lembranças e sensações", declara o fotógrafo.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...