ANO: 26 | Nº: 6540
19/02/2019 Cidade

Estacionamentos centrais para motos devem ser ampliados

Foto: Antônio Rocha

Modelo com vagas longe dos meios-fios será expandido
Modelo com vagas longe dos meios-fios será expandido

Dentro do Plano de Mobilidade Urbana, destinado para a melhoria do tráfego na cidade, a Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana (SSM) prevê uma série de ações que serão implementadas gradativamente. Uma destas projeta a ampliação para áreas de estacionamento de motocicletas.

O titular da SSM, Luís Diego Soares, explica que, entre diversas ações previstas no plano, uma delas diz respeito ao local destinado ao estacionamento de motocicletas. O titular da pasta explica que a alteração ainda está sob estudo, assim como as demais medidas. Mas a intenção, conforme ele, é ampliar o número de áreas de estacionamento de moto nas áreas centrais e tirar os pontos destinados junto aos meios-fios.

O estudo busca atender este modal de transporte que faz parte do dia a dia e facilita a vida dos bajeenses. Por isso, vamos colocar mais estacionamento de motos no centro da cidade e tirá-los dos meios-fios, até para ampliar o estacionamento de automóveis nestes locais”, destaca Soares.

Além disso, outras mudanças estão previstas para serem implantadas em breve como a alteração do estacionamento oblíquo para paralelo na quadra 600 da Avenida Sete de Setembro. A mudança na forma de estacionamento será anunciada assim que a Prefeitura receber a nova sinalização para instalar no local. “Esta mudança vale para a Avenida Sete de Setembro e duas quadras da Avenida General Osório, onde o estacionamento ainda está sendo feito em sentido oblíquo”, explica.

Já sobre o estacionamento rotativo, comenta, ainda não há previsão de ampliação do sistema. “Está sendo trabalhada a nova licitação para trazer mais modernidade para a prestação do serviço e está sendo estudada a possível ampliação de algumas áreas”, comenta.

O cronograma de ações estabelecido pelo Plano Diretor de Mobilidade Urbana (PlanMob) teve seu início oficial no dia 8 de janeiro de 2018, atendendo uma série de demandas levantadas em um estudo realizado em 2015.

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...