ANO: 25 | Nº: 6231
20/02/2019 Segurança

Primeira DP irá investigar morte de bebê de um mês e 12 dias

Foto: Tiago Rolim de Moura

Criança chegou no Pronto-Socorro já sem sinais vitais
Criança chegou no Pronto-Socorro já sem sinais vitais

O óbito de um bebê de apenas um mês e 12 dias, registrado na tarde de segunda-feira, no Pronto-Socorro da Santa Casa de Caridade de Bagé, provocou a abertura de uma investigação para apurar as causas da morte.
Segundo divulgado, ontem pela manhã, o Conselho Tutelar foi chamado logo após a menor dar entrada no hospital. Segundo o registro feito na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), o corpo apresentava diversos hematomas, motivo que gerou o acionamento dos conselheiros.
Em depoimento, conforme repassado à reportagem, a avó contou à polícia que a menina se afogou ao ser amamentada. Já a mãe, pelo menos até ontem, não havia se pronunciado sobre o fato.
De acordo com a titular da 1ª Delegacia de Política, Daniela Barbosa de Borba, o fato será investigado através dos laudos médicos e, ainda, a partir de oitivas com testemunhas. “Como a mãe da bebê é menor de idade, o caso ficará com o Cartório do Adolescente Infrator, que faz parte da 1ª DP. Eu vou, primeiro, ouvir o depoimento da mãe da menina e, após, averiguar o laudo da necropsia”, adiantou.
Aliás, ainda na tarde de ontem, o laudo médico expedido pelo médico legista do Departamento Médico Legal (DML), Leonardo Fernandes, apontou que a morte do bebê teve, como causa determinante, a asfixia por conteúdo lácteo (leite).

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...