ANO: 25 | Nº: 6334
27/02/2019 Esportes

Bagé perde a terceira seguida na Divisão de Acesso

Foto: Fabio Dutra/Jornal Agora

Próximo confronto será diante do Cruzeiro
Próximo confronto será diante do Cruzeiro

Na lanterna do grupo A, com apenas um ponto, segue a crise no Bagé. A equipe do técnico Márcio Nunes sofreu sua terceira derrota consecutiva na Divisão de Acesso. Há pouco no estádio Aldo Dapuzzo, o São Paulo-RG venceu o Abelhão, por 1 a 0, com gol marcado por Paulo Henrique, de pênalti, aos 28 minutos da primeira etapa. Agora, os três pontos passam a ser obrigação para o próximo jogo, diante do Cruzeiro, no estádio Pedra Moura, provavelmente na quarta-feira que vem.

Primeiro tempo

Com apenas um minuto, o jogo precisou ser paralisado por 27 minutos, devido a um choque do volante David (ex-Guarany), do São Paulo-RG, com outro companheiro. Com fratura de quatro costelas, o jogador foi carregado pela ambulância ao hospital e, para o seu lugar, o técnico Rinaldo Lopes Costa (Badico) chamou o volante bajeense Vítor. Com a bola rolando, aos dois minutos, Urnau teve a primeira chance, ao cabecear sozinho em meio à defesa jalde-negra, enquanto reclamava de impedimento. O São Paulo teve nova chance aos 14. Alan Bald cruzou e Paulo Henrique chutou cruzado, na rede pelo lado de fora. E os donos da casa insistiam. Aos 17, jogada semelhante. Alan Bald conduziu pela esquerda, invadiu pelo meio e acionou Paulo Henrique, que chutou para boa defesa do goleiro Thiago.
O São Paulo ia melhor, tanto que o gol veio em logo seguida. Aos 26 minutos, Urnau é derrubado na área e o árbitro marca pênalti para os donos da casa. No minuto seguinte, o centroavante Paulo Henrique bateu firme no canto direito e abriu o placar para o Leão de Rio Grande: 1x0. Com o gol sofrido, o jalde-negro se reorganizou e até incomodou o sistema defensivo do São Paulo, com boa movimentação e toque de bola. Porém, pouca efetividade nas conclusões a gol.

Segundo tempo

Precisando do resultado, o técnico Márcio Nunes voltou para o segundo tempo com Gustavo recuado para a lateral esquerdo. André, por sua vez, foi substituído por Weltinho, que passou a fazer a função que era exercida por Gustavo na extrema esquerda. Mas o esquema precisou ser reorganizado novamente, visto que com dois minutos o zagueiro Diego Rocha fez uma entrada violenta na intermediária e tomou o cartão vermelho direto. Evandro foi recuado para a defesa. Com isso, ambas as equipes ficaram com 10 em campo – Urnau tinha sido expulso, no primeiro tempo, pelo lado do São Paulo.
Após, o jogo perdeu um pouco e ímpeto e a primeira chance efetiva veio somente aos 22 minutos, pelo São Paulo. Willian Ribeiro tocou para Vítor, que acertou um canhão, muito perto da meta do goleiro Thiago. Aos 27, o Bagé teve boa oportunidade com Weltinho, se não fosse o goleiro Jeferson. A partir da metade do segundo tempo, o jalde-negro obteve mais volume de jogo e, consequentemente, ofereceu mais perigo aos donos da casa. Prova disso foi aos 33 minutos, com gol anulado de Cris Magno, após a arbitragem ter assinalado impedimento.
Mas o São Paulo não deixava barato, pois precisava de apenas mais um gol para matar o jogo. Aos 37, Mayke partiu em velocidade no meio, abriu na direita para Matheus Ferreira, que chutou firme. Thiago, mais uma vez, fez boa defesa. Aos 43, Thiago saiu mal e deixou o gol aberto. Willian Ribeiro tentou por cobertura e Sílvio conseguiu afastar a tempo. Final: 1 a 0 ára o São Paulo.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO-RG 1X0 BAGÉ
Estádio Aldo Dapuzzo – Divisão de Acesso – 4ª rodada

SÃO PAULO - Jeferson, Matheus Ferreira, Eduardo Ludwig, Gabriel e Alan Bald; David (Vítor), Urnau, Rafinha (Mayke), Lucas, Alan Luan; Paulo Henrique (Willian Ribeiro). Técnico: Rinaldo Lopes Costa (Badico).
BAGÉ – Thiago, Fabinho Capixaba (Matheus Damasceno), Sílvio, Diego Rocha e André (Weltinho); Evandro, Jefferson Bernardo, Fernandinho (Cris Magno), Danilo e Gustavo Nogy; Maicon Santana. Técnico: Márcio Nunes.
ARBITRAGEM – Eduardo Bastos, auxiliado por Rodrigo Maia Tedesco e Rodrigo Macedo Guilherme. Quarto árbitro, João Paulo Castro Azevedo e delegado, Leir Cáceres.
GOL – Paulo Henrique (São Paulo)
AMARELOS – Eduardo Ludwig, Vítor e Urnau – dois cartões (São Paulo); André (Bagé)
VERMELHO – Urnau (São Paulo) e Diego Rocha (Bagé)

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...