ANO: 25 | Nº: 6233
02/03/2019 Cidade

Morre a empresária Zuleika Torrealba

Foto: Arquivo JM

Estimativa é de que empresária tenha investido cerca de R$ 150 milhões em Bagé
Estimativa é de que empresária tenha investido cerca de R$ 150 milhões em Bagé

Com profunda ligação com Bagé, em diversos segmentos, morreu, nesta manhã, em São Paulo, a empresária Zuleika Torrealba. Ela era uma das proprietárias do Grupo Libra, que atua no Porto de Santos. Zuleika ficou conhecida pelos investimentos na Rainha da Fronteira.
Conforme reportagem da ZH, ela chegou em Bagé no início dos anos 2000, por intermédio do filho Gonçalo Torrealba, que mantinha o haras Stud TNT, com animais multipremiados em competições internacionais. Ao visitar a propriedade, se apaixonou pelo município. Num primeiro instante, montou a Cabanha DaMaya. Depois, ergueu um centro de genética bovina.
Não satisfeita, ainda conforme a reportagem, Zuleika criou um centro cultural, uma pousada, um restaurante e financiou eventos culturais, dentre eles, o Festival Internacional de Cinema da Fronteira, de música, literatura, exposições de arte e patrocinou uma orquestra infantil. Ela também foi responsável pelo restauro de prédios históricos e da construção do Unacom. Estima-se que a passagem de Zuleika por Bagé tenha gerado cerca de 200 empregos diretos e um investimento de aproximadamente R$ 150 milhões na cidade, conforme sustenta a reportagem.
Em 2014, Zuleika desativou, aos poucos, seus negócios na cidade, no mesmo período em que a Operação Lava-Jato foi potencializada.Porém, fica o registro de uma personagem marcante de Bagé.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...