ANO: 25 | Nº: 6330
08/03/2019 Esportes

Na raça, Bagé vence Cruzeiro de virada

Foto: Antônio Rocha

Próximo compromisso será em Venâncio Aires
Próximo compromisso será em Venâncio Aires

Enfim, a tão aguardada vitória na Divisão de Acesso. Com raça e suor, o Bagé venceu o Cruzeiro de virada, por 2x1, há pouco, no estádio Pedra Moura. O gol do triunfo foi marcado pelo centroavante Maicon Santana, aos 48 minutos do segundo tempo. Com o resultado, o Abelhão vai a quatro pontos e deixa a lanterna do grupo. Agora, terá pela frente o Guarani de Venâncio Aires, fora de casa, no domingo, às 16h.

O jogo

O início parecia que o Bagé teria mais um tropeço na competição. Logo aos três minutos, Wander recebeu na direita, chutou cruzado e abriu o placar para o Cruzeiro. Porém, o jalde-negro não sentiu o gol e partiu para cima do adversário. Entretanto, era nítido o clima de tensão que envolvia o estádio Pedra Moura.
O empate veio aos 28 minutos. Fernandinho cobrou escanteio na esquerda e, após bate-rebate, Fabinho Capixaba acertou um chute seco e igualou o marcador: 1x1. Com o empate, o Bagé passava a dominar de vez as ações das partidas, mesmo assim, sofria com o nervosismo na hora da definição.
Na etapa complementar, o jogo ganhou ainda mais velocidades. Com intensas disputas de bola, o jalde-negro se esforçava. Os jogadores se doavam em campo, mas o gol não via. Isso muito em função do goleiro Matheus, do Cruzeiro, que fez, no mínimo, três defesas difíceis.
Com seis de acréscimo, a esperança de que o Bagé, enfim, ecoasse o primeiro grito de vitória na competição começava a ficar mais entalado. O time pressionava, mas a rede não balançava.
Mas devido à tanta insistência, eis a recompensa. Aos 48 minutos da segunda etapa, em cruzamento, o centroavante Maicon Santana resolveu desencantar, com uma cabeçada certeiro, explodindo o estádio Pedra Moura. Final: 2x1 e alívio para os jalde-negros e, principalmente, ao técnico Márcio Nunes.


FICHA TÉCNICA
BAGÉ 2X1 CRUZEIRO
Estádio Pedra Moura – Divisão de Acesso – 5ª rodada
BAGÉ - Thiago, Fabinho Capixaba, Ílson, Sílvio e Rafinha Carletti (Cris Magno); Evandro (Matheus Damasceno), Jefferson Bernardo, Danilo, Fernandinho (Maranhã) e Gustavo Nogy; Maicon Santana. Técnico: Márcio Nunes.
CRUZEIRO - Matheus, Superti, Fernando Pinto, Julio Santos e Baiano; Ben Hur (Fabrício), Elton, Raphinha, Garrati e Wander (Henrique Luiz); Igor Nobre (Thiago Correa). Técnico: Claiton dos Santos.
ARBITRAGEM- Rodrigo Crivellaro Dias, auxiliado por Pablo Sebastian de Mello e Rafael dos Santos Alves. Quarto árbitro, Maurício Dalé Granatto e delegado, Paulo Ricrdo Soller Camacho.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...