ANO: 26 | Nº: 6574
09/03/2019 Campo e Negócios

Soja apresenta boa perspectiva de produtividade no Estado

Com 8% das áreas colhidas no Estado e outras 17% maduras e por colher, a maioria das lavouras de soja no Rio Grande do Sul está em fase de granação ou enchimento de grãos, com 67%. Outros 8% de área estão em floração. De acordo com o Informativo Conjuntural, divulgado pela Emater/RS-Ascar, na quinta-feira, 7, nas regiões Celeiro, Noroeste Colonial e Alto Jacuí, a cultura evolui rapidamente para o estádio de maturação, com diversas lavouras apresentando folhas com coloração amarela. As primeiras lavouras colhidas apresentam boa produtividade.
Nas regiões do Médio Alto Uruguai e do Rio da Várzea, as primeiras lavouras em fase de maturação apresentam ótima sanidade e boa perspectiva de produtividade, contrariando a expectativa de uma safra com forte pressão do fungo da ferrugem asiática. Na semana, foram realizadas aplicações finais de fungicidas para controle da ferrugem e de inseticidas para controle de lagartas, percevejos e ácaros.
Na região da Produção, a cultura está em fase inicial de colheita, com rendimento médio na região de 62 sacas por hectare. Comparada ao período de implantação, onde houve problemas de replantio, a expectativa é positiva. Há baixa incidência de doenças e pragas em lavouras adequadamente monitoradas e tratadas.
Na região Sul, na cultura predomina o estágio de granação, com 85% das lavouras. Durante a semana, ocorreram secamento do solo, altas temperaturas e radiação solar intensa, prejudicando as lavouras de soja. As condições gerais das lavouras da região da Serra e dos Campos de Cima da Serra estão muito boas. A fase predominante é de enchimento de grãos, e as áreas cultivadas mais no cedo com variedades de ciclo precoce estão iniciando a fase de colheita.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...