ANO: 24 | Nº: 6184

Dilce Helena Alves Aguzzi

dilcehelenapsicologa@gmail.com
Psicóloga
12/03/2019 Dilce Helena Alves Aguzzi (Opinião)

E se... (exercício de autoficção)

Muitas vezes nossa mente se põe a imaginar como seria nossa vida se nossas escolhas tivessem sido outras. Certos temas costumam frequentar esse devaneio: como a vida seria se nosso trabalho fosse outro, o que faríamos com um prêmio bilionário, o que mudaríamos se tivéssemos a oportunidade de viajar no tempo, etc.

Mas nem sempre usamos o poder do “e se” em tempo real e presente, esse exercício nos remete a viver plenamente, fazer escolhas e assumir as consequências, aproveitar a energia que há em nós para coisas positivas e importantes, não deixando margem para lamentar tempo perdido.

Exercício de autoficção ou terapia do dia a dia hipotético. Apenas leia e tente completar as frases sem censura, livremente registrando o que surgir na sua mente. Não há certo nem errado, apenas um bom momento para autodescoberta. Aproveite!

E se...

...a saúde do meu corpo e da minha mente fosse prioridade.

...eu não perdesse tanto tempo me fazendo de vítima.

...tomasse as rédeas de minhas decisões.

...ocupasse mais de meu tempo analisando minhas atitudes diárias.

O que aconteceria caso eu...

...não responsabilizasse outra pessoa pela minha infelicidade, irresponsabilidade, irritabilidade...

...apenas por um dia invertesse as minhas prioridades.

...expressasse claramente o que precisa ser dito e ouvisse verdadeiramente o que é necessário ser escutado.

Como seria se consciente e voluntariamente eu...

...assumisse meus defeitos, tentasse corrigí-los.

...procurasse as pessoas que sinto vontade e não justificasse minha ausência com falta de tempo.

...conseguisse responder sinceramente o que estou fazendo com a minha vida.

Como seriam meus dias se...

...fizesse primeiro o que realmente preciso fazer.

...tivesse a minha permissão para autocrítica sem explicações vazias.

...reclamações não fossem um hábito.

...buscasse descobrir em mim o que critico nos outros.

...silenciasse mais e desse mais poder e espaço à voz interior.

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...