ANO: 25 | Nº: 6208
13/03/2019 Cidade

Festival de Cervejas da Campanha acontece no final de semana

Foto: Divulgação

Nova edição acontece no sábado e domingo, no largo do Centro Administrativo
Nova edição acontece no sábado e domingo, no largo do Centro Administrativo
O Festival de Cervejas da Campanha acontece durante o final de semana, no largo do Centro Administrativo. A quarta edição é temática, alusiva ao Saint Patrick’s Day, ou Dia de São Patrício, comemoração da cultura irlandesa, regada a muita cerveja do santo padroeiro da Irlanda.
O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Bayard Pereira, observa que esta edição conta com a participação de 15 cervejarias de Bagé e da região. Duas cervejarias do Uruguai também demonstraram interesse em participar do festival. A parte gastronômica fica por conta de 12 foodtrucks, com opções variadas no cardápio, como hambúrguer artesanal e doces gourmets.
Um dos destaques desta edição será a competição de chope em metro, em que apreciadores da bebida disputam o mais rápido em beber uma tulipa de tamanho personalizado. “O evento tem um grande potencial turístico. Nas edições passadas, recebemos pessoas de outras cidades da região, que vieram participar do festival”, destaca Bayard.
O evento é realizado duas vezes por ano, sempre em março, celebrando o Dia de São Patrício, e em setembro. O primeiro evento aconteceu em 2017 e vem sendo realizado, periodicamente, todos os anos. Com caráter filantrópico, parte da renda obtida com a venda dos canecos será revertida para o instituto Caminho da Luz. Os canecos estão à venda no BH 1320, Seu Horácio Barber Shop e na própria secretaria, das 8h às 17h30min, na rua Caetano Gonçalves, 1151.

Cerveja, gastronomia e o bom hábito da leitura

Outra atividade diferenciada que acontece no final de semana, junto ao festival, mas organizada pelo Rotaract Club Rainha da Fronteira, é a nova edição do projeto “Eu leio, tu lês”. O presidente da entidade, Marcelo Luiz, diz que a intenção é a troca de livros, de qualquer gênero, entre leitores durante o evento. “Qualquer pessoa pode pegar um livro, sem a necessidade de deixar outro. A partir do segundo volume, é necessário deixar um volume para cada livro retirado”, explica. Luiz destaca que, com este sistema, será possível garantir maior troca de livros entre a comunidade.
O projeto foi criado na gestão 2015/2016 pelo ex-presidente da entidade, Maurício Collares. Esta é a terceira edição. “É um dos projetos que mais gostamos de realizar, visto a importância da leitura e a falta desse hábito que os brasileiros têm atualmente”, aponta.
Quem quiser participar, poderá encontrar os voluntários dispostos a trocar livros junto à calçada do Centro Administrativo, entre as 14h e 18h, no sábado, 16, e no domingo, 17.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...