ANO: 25 | Nº: 6233
15/03/2019 Segurança

Alinhamento de ações é debatido por representantes de 16 órgãos das três esferas públicas

Um encontro com as 16 principais instituições de segurança no Estado e da União marcou o início do planejamento de ações conjuntas no Rio Grande do Sul durante o ano. A reunião de coordenação das Operações Interagências 2019 reuniu chefes, diretores, secretários e comandantes de corporações das três esferas do poder público. O encontro foi realizado na sede do Comando Militar do Sul, do Exército, na tarde de ontem, e foi conduzido pelo general Antônio Miotto, comandante militar do sul.
O governador em exercício e secretário da Segurança Pública e da Administração Penitenciária, Ranolfo Vieira Júnior, participou do encontro para garantir a integração das forças estaduais às operações e ressaltou a importante do trabalho conjunto.
"No último dia 28 de fevereiro, o governo do Estado realizou o lançamento do programa RS Seguro, baseado em três premissas principais: integração, inteligência e investimento. E as duas premissas desse programa estruturante é exatamente o que vemos aqui: os órgãos públicos do Estado e da União trabalhando de forma integrada. Não se pode mais, na atual conjuntura, fazer segurança pública de maneira empírica. Precisamos basear nossas ações em dados de inteligência", declarou o governador em exercício.
Além de alinhar as capacidades de cada órgão e as ações integradas previstas, a reunião teve o objetivo de compartilhar conhecimento dos temas relacionados à área de atuação de cada agência, e fortalecer o relacionamento de confiança entres as forças.
"A população valoriza a presença das instituições para sua sensação de segurança. E a inteligência para atuação é fundamental para a efetividade de nossas operações", afirmou o general Miotto, ressaltando que a Operação Ágata/Fronteira Sul em 2018 conseguiu apreender volume estimado em mais de R$ 5 milhões em materiais com origem de contrabando e descaminho.
A reunião contou com a participação de representantes de Agência Brasileira de Inteligência, (Abin), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Brigada Militar (BM), Capitania dos Portos, Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Defesa Civil Estadual, Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Polícia Civil, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Receita Federal, Serviço de Fiscalização Produtos Controlados (SFPC) do Comando Militar do Sul (CMS), do Exército, Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) e 5º Distrito Naval.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...