ANO: 24 | Nº: 6184
15/03/2019 Campo e Negócios

Marfrig expande programa focado na raça Angus

A Marfrig Global Foods vai ampliar sua participação no mercado de cortes Angus. Além de manter a ação nos quatro estados brasileiros, onde já realiza abates certificados (em São Paulo, na unidade de Promissão; em Goiás, na unidade de Mineiros; em Mato Grosso, na unidade de Tangará da Serra, e em Mato Grosso do Sul, na unidade de Bataguassu), a partir de segunda-feira, 18, a empresa também passará a certificar a produção Angus nas unidades de Várzea Grande, em Mato Grosso, e nas unidades de Bagé e Alegrete, no Rio Grande do Sul.
Os criadores dessas regiões poderão receber bonificação sobre os animais abatidos no escopo do Carne Angus Certificada, programa da Associação Brasileira de Angus. Maior programa de carne premium do Brasil, o Carne Angus certifica aqueles animais que, tendo no mínimo 50% de sangue Angus, sejam abatidos jovens e dentro das rígidas especificações de qualidade e acabamento de carcaça.
Por meio de nota, a empresa informa que com ‘o objetivo de manter relações duradouras com pecuaristas e parceiros de negócio, a Marfrig investe na Angus, considerada uma carne com qualidade superior e com excelente aceitação no mercado nacional e internacional’. “A valorização da raça Angus vai ao encontro de nosso objetivo que é dar acesso à proteína de qualidade a consumidores de todo o mundo”, explica Miguel Gularte, CEO da operação América do Sul da companhia.
Para o presidente da Associação Brasileira de Angus, Nivaldo Dzyekanski, a expansão dos abates reflete a preferência do consumidor pelos cortes Angus, uma vez que a raça já se consolidou como referência de sabor, maciez e suculência. “A carne que carrega no rótulo o selo do Programa Carne Angus Certificada tem a qualidade atestada por nossos técnicos, um padrão de acabamento diferenciado e atende aos pré-requisitos da Associação Brasileira de Angus”, pontuou, lembrando que o processo é auditado pela certificadora alemã Tüv Rheinland.
O abate da Marfrig em mais três unidades beneficia diretamente os criadores e usuários da raça uma vez que amplia a demanda por boi gordo nessas regiões e ainda garante pagamento de adicionais para as carcaças certificadas. "Essa ampliação deve trazer reflexo consistente nas projeções de negócios do Carne Angus para 2019, um ano que acreditamos que venha com expansão de 10% nos abates”, frisou a gerente do Programa Carne Angus, Ana Doralina Menezes.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...