ANO: 25 | Nº: 6233
15/03/2019 Esportes

Vitórias jalde-negras: a emoção dos minutos finais

Foto: Tiago Rolim de Moura

Abelhão ingressou na zona de classificação
Abelhão ingressou na zona de classificação
Para quem tem problema cardíaco, os últimos três jogos do Bagé, na Divisão de Acesso, estavam sujeitos a ocasionar vários danos à saúde. Brincadeiras a parte, as últimas três vitórias jalde-negras renderam fortes emoções ao torcedor. A primeira foi na quinta-feira, a vitória sobre o Cruzeiro, por 2 a 1, com gol aos 48 minutos da segunda etapa, com Maicon Santana. O segundo confronto não teve o mesmo drama que o outro, mas mostrou uma equipe que consegue reagir nos minutos, com o desempate aos 38 minutos, pelos pés de Cris Magno. E o terceiro e último episódio foi exibido aos seus torcedores, na noite de quarta-feira. Após abrir 2 a 0 e adquirir um certo conforto dentro de campo, o Bagé foi surpreendido pelo Farroupilha e tomou o empate. Entretanto, aos 55 minutos da segunda etapa, Capinha bateu falta e estufou as redes, explodindo as arquibancadas.
As três vitórias sofridas trouxeram uma recompensa. Do amargor da lanterna para o terceiro lugar e a zona de classificação, com 10 pontos. Até o fechamento desta edição, os jogos entre Lajeadense x Guarani-VA e São Paulo-RG x Inter-SM não tinham encerrado. Porém, na pior das hipóteses, o Bagé encerra o turno no quarto lugar, porém, ainda na zona de classificação para as quartas de final. Mas, agora, é momento de uma nova etapa. Neste sábado, o Bagé vai até Pelotas para enfrentar o Farroupilha, às 16h, no Estádio Nicolau Fico, pela oitava rodada (a primeira do returno).
A esperança de que a equipe tenha regularidade e brigue, de vez, na parte de cima da tabela. “Todos nós estamos nos empenhando muito para que tenhamos êxitos nas partidas. Ninguém está longe de suas famílias para apenas perder tempo aqui em Bagé. Temos um propósito, e acreditamos nele. Ainda não conquistamos nada, estamos longe de onde queremos estar, mas é trabalhando que iremos subir um degrau de cada vez”, destaca o volante Matheus Damasceno, com boa atuação na quarta-feira.
A opinião do volante Capinha é a mesma. Na quarta-feira, o volante entrou na segunda-feira e foi o protagonista do gol da vitória jalde-negra. “Fico feliz pela oportunidade de ter entrado, ter contribuído positivamente diretamente no resultado final da partida. A minha maior alegria é ter ajuda o grupo a sair com a vitória. Esse grupo merece, por tudo que vem plantando, trabalhando arduamente todos os dias. Vamos seguir focados, trabalhando da mesma maneira para que lá na frente, alcançamos o objetivo principal, que é o acesso”, observa.
Para o confronto deste sábado, o meia Danilo está suspenso por três cartões amarelos. Entretanto, Fernandinho deve ficar novamente à disposição. A tendência é que entre na vaga de Danilo. O volante Jefferson Bernardo, com dores no púbis, ainda será reavaliado. Caso não tenha condições, Capinha deve começar a partida. Já Evandro segue em recuperação. Possivelmente, voltará contra o São Paulo, no dia 31. Enquanto isso, Matheus Damasceno segue como titular, na função de primeiro volante. De resto, a equipe deve permanecer com os mesmos que atuaram na quarta-feira.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...