ANO: 25 | Nº: 6383
22/03/2019 Cidade

Ato Público contra a Reforma da Previdência acontece hoje

Em todo o País, o dia de hoje  deve ser marcado por manifestações contra a atual proposta de Reforma da Previdência, organizadas lideranças sindicais e movimentos sociais. Na Rainha da Fronteira, as atividades acontecerão na Praça Silveira Martins (Praça do Coreto), onde a concentração inicia às 14h, fulminando com o ato público, às 18h.

Na ação, estarão participando diversas entidades representativas, como Cpers Sindicato, Sindicato dos Bancários, Sindicato dos Municipários de Bagé (Simba), Sindicato dos Bancários e Sindicato dos Professores e Funcionários dos Estabelecimentos de Educação (Sinprofem), Sindicato dos Professores do Ensino Privado (Sinpro).

Segundo a presidente do 17º Núcleo do Cpers, Delcimar Vieira Delabary, destaca que, entre diversas mudanças que a reforma prevê, um dos pontos que será debatido é a idade mínima para aposentadoria, que ficará em 62 anos para mulheres e 65 para homens. "Além de termos pessoas idosas trabalhando – e alguns que nem vão conseguir se aposentar –, isso vai diminuir a abertura de novas vagas no mercado de trabalho", afirma.

Outro ponto que a professora salienta é a mudança no benefício da pensão por morte. Hoje, o beneficiário na iniciativa privada recebe 100% do benefício, respeitando o teto do Regime Geral de Previdência Social (RGPS). A proposta sugere 60% + 10% por dependente adicional. Ou seja, se houver apenas um dependente, receberá 60%. Em caso de morte por acidente do trabalho, doenças profissionais e doenças do trabalho, aplica-se 100%.

Delcimar destaca que o convite é feito para todos os cidadãos da região. "É importante que o maior número de pessoas compareça, porque essa reforma atinge a todos, trabalhadores, jovens, aposentados. Precisamos fazer a nossa parte", declara.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...