ANO: 25 | Nº: 6399
26/03/2019 Fogo cruzado

Diretor do Daeb apresenta balanço de gestão em sessão especial

Foto: Sidimar Rostan/Especial JM

Graciano entregou relatório ao Legislativo
Graciano entregou relatório ao Legislativo
Em sessão especial realizada ontem, o diretor do Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb), Graciano Aristimunha Pereira, detalhou ações adotadas para reduzir gastos e apresentou informações solicitados por vereadores, sobre a instalação de bueiros, disponibilizando um relatório de ações, referentes a 2017 e 2018, ao Legislativo, e elencou ações associadas às comemorações de 50 anos da autarquia. Pereira destacou, ainda, que a autarquia trabalha na realização de uma espécie de inventário patrimonial. A relação de bens também havia sido solicitada por parlamentares.
Pereira destaca que, para ajustar a despesa ao orçamento anual de aproximadamente R$ 31 milhões, reduziu os gastos com duas terceirizadas em 25%. A medida resultou, de acordo com o diretor, em uma economia mensal de R$ 138 mil. “Quando assumi a gestão (em dezembro do ano passado), durante a transição, entendemos que o Departamento precisava de algumas ações que pudessem sanear a parte financeira”, justificou, ao destacar que o enxugamento também foi adotado para saldar dívidas, estimadas em mais de R$ 5 milhões.

Barragem
Pereira afirma que a autarquia está ‘fazendo a lição de casa’ para viabilizar a obra da barragem da Arvorezinha. “Já pagamos uma taxa de R$ 129 mil para a Fepam, para que possa encaminhar o licenciamento. Este é um dos deveres de casa que precisamos cumprir para que o ministério libere os valores que já estão empenhados”, disse.
O diretor tornou a falar sobre a prestação de contas do projeto. “Imagino que dentro de uma semana, no máximo 10 dias, teremos uma sinalização. Não se sabe bem o quanto deverá ser devolvido. Mas quem tem que devolver é o Daeb. Se não fizermos isso, não estaremos habilitados para receber os valores referentes ao empreendimento”, observa.

Planejamento
O projeto de lei que institui o Plano Municipal de Saneamento Básico já está sob análise do Executivo, conforme adiantado, ontem, pelo diretor do Daeb. O planejamento é fundamental para a viabilização de projetos da autarquia, porque permite a liberação de recursos federais específicos. “O assunto é muito importante e deverá chegar à Câmara nos próximos dias”, reforça.

Bueiros
“A questão dos bueiros interessa a todos os vereadores”, reconheceu Pereira, ao disponibilizar um relatório do Daeb, com notas fiscais e o detalhamento da instalação dos tubos em cronogramas de 2017 e 2018. “Se falou muito na questão. Há uma informação um tanto distorcida no que se refere à quantia de bueiros e na distância que estes bueiros devem contemplar. O que acontece é que foi feita uma licitação para aquisição de até 20 mil metros. Mas isso está sendo comprado aos poucos, à medida que o Departamento tem condições e necessidade. Dentro deste mesmo orçamento, estamos adquirindo 1,4 mil metros para a zona leste”, observa.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...