ANO: 25 | Nº: 6278
28/03/2019 Cidade

Vacinação contra a gripe deve aplicar mais de 25 mil doses em Bagé

Foto: Tiago Rolim de Moura

Campanha visa diminuir infecções decorrentes do vírus
Campanha visa diminuir infecções decorrentes do vírus
A Secretaria de Saúde e Atenção à Pessoa com Deficiência integrará a 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza de 2019, no período de 10 de abril a 31 de maio. O "Dia D" de mobilização nacional está previsto para 4 de maio. As doses, mais de 25 mil destinadas a Bagé, estarão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde e no Centro de Referência Materno-Infantil Camillo Gomes, das 8h às 17h. A unidade móvel estará na Praça Silveira Martins nos dias 13, 20 e 27 de abril e 4 de maio, das 9h às 17h.

Fazem parte dos grupos elegíveis para a vacinação, crianças na faixa etária de seis meses a menos de seis anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indivíduos a partir de 60 anos, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, adolescentes e jovens sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. A meta para este ano é vacinar 90% do público-alvo.

Segundo a coordenadora de Imunizações de Bagé, Tatiana Miranda, em 2018, foram vacinados 87% desta população, e, para este ano, o Ministério da Saúde, por meio da Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações (CGPNI), está concentrando esforços, através das Coordenadorias Regionais de Saúde, para que os municípios vacinem o máximo possível de pessoas pertencentes ao grupo prioritário. "A ideia é que assim possa reduzir internações, complicações e a mortalidade decorrente das infecções pelo vírus da Influenza, na população alvo para vacinar e atualizar a situação vacinal de crianças, gestantes e puérperas", informa.

A coordenadora diz que Bagé conta com cerca de 40 vacinadores na rede de atenção básica e todos profissionais das unidades estarão envolvidos na campanha. O posto Camillo Gomes, de 15 abril a 15 de maio, vai trabalhar com horário estendido, das 8h às 20h, sem fechar ao meio-dia. Tatiana salienta a importância de se vacinar dentro do prazo da campanha para evitar gripe e seus possíveis agravamentos, já que a vacina precisa de 15 dias para garantir a proteção. "As vacinas inativas contra influenza são bastante seguras. Mostra-se como uma das medidas mais efetivas para a prevenção da influenza e suas complicações", ressalta.

Conforme informações da coordenadora de Bioestatística e Epidemiologia da Secretaria de Saúde, Sheila Tavares, em 2018, foram registrados 21 casos de internação com suspeita da doença, dos quais três foram confirmados como positivos, sendo dois casos para Influenza A H1N1 e um para H3N2. Bagé registrou apenas um óbito em decorrência da doença.

A 7ª Coordenadoria Regional de Saúde informou que, nos próximos dias, deve estar entregando ao município os lotes da vacina. A CRS não anunciou a quantidade de lotes que a cidade irá receber.

Sobre a doença

A Influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral que pode levar ao agravamento e ao óbito, especialmente em indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção. A gripe é uma doença altamente contagiosa e pode se espalhar de forma rápida em locais fechados. O tempo de incubação do vírus pode variar de um a três dias. Os sintomas da doença podem prevalecer de três a sete dias e a recuperação do paciente pode levar até duas semanas.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...