ANO: 25 | Nº: 6309

Norberto Dutra

redacaominuano@gmail.com
Pastor e presidente da Igreja Assembleia de Deus de Bagé Doutor em Divindade
30/03/2019 Norberto Dutra (Opinião)

Outra propriedade da oliveira (Genesis 8.11.8)

Usada ainda hoje na fabricação de móveis de qualidade. E sua madeira adquire um elevado polimento, como poucas outras são capazes de apresentar. Assim somos nós. Somos o reflexo de Cristo no mundo. Onde estivermos, o brilho de Jesus deve se manifestar. Aonde chegarmos, a luz do Salvador deve ser manifesta! E o azeite produzido pela oliveira? Em todos os aspectos, esse é o produto mais conhecido por todos, pois tem múltiplas funções.
Sagrado desde o período da promulgação da Lei, o óleo era obtido por meio de múltiplas prensagens da azeitona. Assim, na primeira prensagem, era obtido o azeite empregado no templo, utilizado na adoração. Na segunda prensagem, o produto resultante era para a alimentação. A terceira prensagem fornecia o azeite que era empregado para iluminação e a quarta prensagem proporcionava o que era utilizado na purificação.
Os vários empregos do azeite também prefiguram nosso papel diante de Deus e do mundo. Em primeiro lugar, fomos feitos para exaltar e glorificar a Deus. Estamos neste mundo para que a nossa vida glorifique o nosso Pai. Esse é o nosso papel primordial, tal como a primeira prensagem do fruto da oliveira. Em segundo lugar, estamos aqui para produzir alimento, pois o mundo está faminto do alimento espiritual, que é a Palavra de Deus. Nós devemos anunciar o Pão da vida, Jesus Cristo, o Salvador e Senhor. Por essa razão, nosso papel é importante e urgente na evangelização, para que o mundo saiba que existe abundância de Pão em nós. Você é a oliveira de Deus no deserto. Você deve crescer, produzir frutos e brilhar a luz de Cristo.
Por meio do azeite, vidas serão purificadas e experimentarão um encontro com o Salvador, e assim, serão transformadas e libertas, desfrutando de uma nova vida! Entretanto, você não deve ser como a oliveira brava, cujo fruto não tem serventia e que para nada serve, senão para ser queimada. Você não pode ser como essa árvore, cujas folhas caem antes da estação, e, por isso, tornam-se estéreis. Sejamos, então, como a boa oliveira que produz sempre! Deus te abençoe e até o próximo final de semana!

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...