ANO: 25 | Nº: 6485
30/03/2019 Cidade

Urcamp implanta plataforma de projetos Sou I

Foto: Jéssica Pacheco/EspecialJM

Ensino estimula acadêmicos a buscar soluções para os problemas reais
Ensino estimula acadêmicos a buscar soluções para os problemas reais

A Urcamp está cada vez mais imersa no universo tecnológico. Além da estrutura física do Campus Central, em Bagé, outras adequações foram realizadas em seu foco principal: o ensino. A partir do modelo Graduação I 5.0, a Instituição está fazendo uma verdadeira inversão da sala de aula, onde o estudante deixa de ser um sujeito receptor do conhecimento, para transformar-se em protagonista. Esse conceito inovador tem por objetivo integrar os alunos com a comunidade e empresas, e tudo isso acontece em uma plataforma de projetos, chamada de Sou I. Neste ambiente, os perfis são cadastrados e os acadêmicos buscam soluções para os problemas reais.

Foram meses de aperfeiçoamento até chegar na Graduação I. Os gestores da Urcamp analisaram outras Instituições que já vinham implantando o ensino por competência e deixando no passado as aulas completamente expositivas. A prática é a principal aliada do conhecimento, e o professor passa a interagir com a colaboração dos mentores de classe. Um dos principais ganhos para o estudante é o pós-formatura, quando deixam os bancos acadêmicos para disputarem no competitivo mercado de trabalho. Em sua grande maioria, as empresas exigem experiência, algo que falta no currículo dos profissionais recém-formados. Mas, para os egressos da Urcamp, a situação passa a ser completamente oposta, pois, com a Graduação I, 100% dos egressos terão experiência prática em todas as áreas do conhecimento ofertadas pelo seu curso.

Para que essa nova metodologia funcione de forma integrada, a Urcamp implantou uma plataforma de projetos, a Sou I. A partir deste ambiente virtual, onde estudantes, comunidade, empresas, professores e mentores passam a ter o seu cadastro, as demandas são inseridas e, dentro da sala de aula, as soluções começam a ser trabalhadas de forma prática. Essa interação acontece de maneira interdisciplinar, o que permite que diversos cursos, de distintas áreas, se complementem em suas expertises, propiciando à empresa ou instituição, que seus problemas sejam sanados em vários aspectos.

A plataforma já está no ar, no endereço soui.urcamp.edu.br, e todos os interessados podem realizar o seu cadastro de forma gratuita. Vale ressaltar que a empresa pode inserir quantas demandas precisar, e nenhuma delas terá custo. Além de terem a possibilidade de solucionar seus problemas com uma equipe de acadêmicos e profissionais dedicados aos projetos, os empresários passam a incentivar o futuro egresso, pois ele poderá ser um dos candidatos para um emprego, dotado de conhecimento e experiência.

A Plataforma Sou I contextualizará a realidade com a atualidade, gerará a integração entre a comunidade, as empresas e os estudantes da Urcamp, fará a diferença para todos aqueles que realizarem o seu cadastro – independente da categoria que estiver cadastrado, proporcionará a participação na solução agregando ensino com experiência e aprendizagem, possibilitará que profissionais sejam mentores usufruindo de suas experiências do mercado de trabalho, onde todos os professores passaram por diversas capacitações para estarem altamente qualificados para esse novo momento I, e todos os projetos serão tratados como desafiadores – para que todas as soluções sejam encontradas.

Ensino a Distância

Para o segundo semestre de 2019, será implantada a categoria de Ensino a Distância na Urcamp, cuja visita do Ministério da Educação (MEC) já foi realizada e a Instituição recebeu o conceito máximo, nota cinco, emitida para o seu credenciamento. A nova modalidade em nada interfere nos cursos presenciais, que já são historicamente conhecidos e todos com sua devida tradição. Porém, em um momento onde a tecnologia está cada vez mais inserida no cotidiano da sociedade, a Urcamp está incluindo mais uma possibilidade de dar acesso ao Ensino Superior. Serão mais de 20 opções de cursos.

Vale destacar que os estudantes do EaD terão acesso a toda estrutura física da Urcamp, em suas cinco cidades de atuação: Alegrete, Bagé, Dom Pedrito, Santana do Livramento e São Gabriel, usufruindo dos mesmos laboratórios dos cursos presenciais.

Esse é o novo momento que a Urcamp está vivenciando: a implantação de um ensino com base na prática em seus cursos presenciais; e a inserção de uma nova categoria (EaD) com o objetivo de incentivar o Superior para aqueles que preferem ou precisam de um curso que não exija a sua presença física diariamente. De qualquer forma, a qualidade é o principal serviço hoje oferecido pela Urcamp, e a inovação está inserida em todos os contextos.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...