ANO: 25 | Nº: 6312
04/04/2019 Cidade

Morre o empresário Aracely dos Santos Menezes

Foto: Arquivo pessoal

Fundador do grupo ASM tinha 88 anos
Fundador do grupo ASM tinha 88 anos
Um dos empresários mais conhecidos e bem quistos pela comunidade de Bagé, Aracely dos Santos Menezes, morreu, ontem, volta das 12h30, na Santa Casa de Caridade de Bagé. Aos 88 anos, ele estava internado há cerca de duas semanas, em tratamento de saúde. Aracely dos Santos Menezes foi o fundador do grupo ASM e, em 2017, recebeu o prêmio como "Empresário Destaque", na 15ª Edição do Distinção Empresarial. O corpo do empresário foi velado ao longo do dia de ontem, na Capela Santo Antônio, e o sepultamento está agendado para hoje, às 10h, no Cemitério da Santa Casa de Caridade.
Menezes atuava há mais de 65 anos no mercado empresarial, tendo iniciado suas atividades em 2 de fevereiro de 1952, com uma pequena loja localizada na avenida Sete de Setembro, 1120, comercializando rádios, máquinas de costura, entre outros produtos, adotando o nome da empresa como Casa Eletro Máquinas.
Em entrevista ao Jornal MINUANO, em 2017, o empresário contou que, por uma questão de bairrismo, ele buscava o crescimento de forma horizontal, diversificando as atividades, em vez de investir em complemento das necessidades mercadológicas, através de abertura de filiais em outras praças. "Hoje, o grupo atua em quatro frentes, sendo eletro-móveis-confecções, materiais de construção, revenda de motos e indústria da construção civil", contou, na ocasião.
Ainda na entrevista, disse que ser lembrado pelos bajeenses pela atuação no grupo ASM era gratificante. Ele destacou o apoio da comunidade durante os 65 anos de atividade e a convivência diária com a população. "Acho que o prêmio é um atestado de conceito passado pelo nosso público consumidor, cujo mérito não é só nosso, mas de toda a nossa equipe, com quem dividimos todas as honras deste prêmio", declarou.
Aracely Menezes possuía uma galeria de troféus completa do mérito empresarial e, ainda na entrevista, frisou que recebeu o prêmio com humildade. "Mas, também, como incentivo para o desenvolvimento dos nossos negócios, melhoria de relacionamento com os nossos clientes e o bem-estar dos nossos colaboradores", complementou.
O empresário também era integrado e comprometido com a comunidade, sendo membro do Lions Clube Dom Diogo, acionista da RBS TV Bagé. Ao longo de sua trajetória, foi presidente da Associação Comercial e Industrial de Bagé (Aciba), na gestão de 1975 a 1977, quando uniu as associações - na época, havia uma comercial e outra industrial.
O atual presidente da Aciba, Pedro Ernesto Obino, destacou a importância de Aracely Menezes. "Ele fazia toda diferença, era um empreendedor de grande visão, fez uma grande empresa que atua em diversos segmentos. Era um homem importante nas causas sociais, estava sempre preocupado em desenvolver o município, deixando o legado de grande valor e inspiração", afirmou.

Notas de pesar
Ao longo do dia, após a confirmação do falecimento, inúmeras mensagens foram divulgadas, tanto de amigos e conhecidos, quanto de empresas e instituições. A rede de Lojas Obino, por exemplo, enalteceu que recebeu a notícia com "grande pesar". E completou: "Fica o legado deste homem visionário, que foi um dos maiores empreendedores de Bagé e região. Também foi presidente da Associação Comercial e Industrial de Bagé (Aciba) e atuou em diversas causas de cunho social...".
A Fundação Attila Taborda (Fat/Urcamp), por meio de nota, mencionou que, em nome de sua presidente, Lia Maria Herzer Quintana, "lamenta com profundo pesar a passagem do empresário Aracely dos Santos Menezes. A instituição sente-se consternada com essa irreparável perda e coloca-se à disposição dos familiares nesse difícil momento. Desejamos conforto espiritual a todos!". O texto lembrou, por exemplo, que "Seu Aracely era pai de Marcos dos Santos Menezes, que integra o Conselho da FAT, Ico Menezes dos Santos e Mara Rubia Menezes Pegas, ambos ex-alunos da Urcamp, tio da professora Núbia Margot Menezes Jardim, que leciona no curso de Arquitetura e Urbanismo, e sogro da professora Ana Paula Menezes, docente do curso de Farmácia".

Luto de três dias
O prefeito de Bagé, Divaldo Lara, também por meio de publicação oficial, externou lamentar profundamente o falecimento do empresário Aracely dos Santos Menezes, "grandioso comerciante da Rainha da Fronteira que colaborou de forma efetiva para o desenvolvimento da cidade desde aos anos 50 até a atualidade, alavancando o comércio e a geração de empregos". Como forma de destacar tal sentimento, no âmbito municipal, anunciou que decretou luto oficial de três dias, em Bagé.

Repercussão
Nas redes sociais o sentimento pela perda do empresário foi, também, significativo. Somente na página do Facebook do Jornal Minuano, foram inúmeras as postagens em referência à perda registrada.
O leitor Osvaldo Borba Soares Filho prestou os mais sinceros sentimentos: "Se foi um homem de valor representado aqui ainda por uma mulher e filhos de muito valor. Perde Bagé um exemplo de pessoa que aprendi a amar no decorrer da minha vida. Que nosso Senhor celestial o receba com muita luz e alegria", disse. A internauta Solange Borges declarou consternação e pesar a todos os familiares: "Que encontrem em Deus o alento necessário. Muito triste essa despedida".
Celi Oliveira dos Santos enfatizou a perda: "Com certeza nossa cidade perdeu um grande empresário, uma pessoa admirável em todos os quesitos. Para a família nosso abraço de pesar neste momento tão triste, lamentamos muito, perdemos um dos melhores amigos", citou. Sandra Farias Moraes também enviou sentimentos aos familiares: "Perdemos do nosso convívio e não da memória, um grande ser humano, um empreendedor, um grande desafiador, um superconselheiro".

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...