ANO: 26 | Nº: 6528
05/04/2019 Esportes

Bagé x Inter-SM: o jogo que pode valer a classificação

Foto: Caco Marin/Lajeadense

Vitória escapou em Lajeado
Vitória escapou em Lajeado
No domingo, às 16h, o jade-negro entrará em campo para um jogo decisivo, que pode classificar a equipe para as quartas de final da Divisão de Acesso. Se vencer o Inter de Santa Maria e o Cruzeiro não ganhar do Lajeadense, o Bagé estará na próxima fase e viajará para São Gabriel somente em busca de uma melhor posição entre os classificados. Por isso, a expectativa é por casa cheia no Estádio Pedra Moura.
Caso tivesse vencido em Lajeado, domingo, o Bagé dependeria apenas de suas próprias forças para avançar às quartas de final com uma rodada de antecedência. Entretanto, teoricamente, o empate (1 a 1) não foi um mau resultado. O que se coloca em questão é o contexto da partida. Por isso, o técnico Márcio Nunes voltou insatisfeito para a Rainha da Fronteira. "No mínimo, éramos para termos aberto 3 a 0. O Welder acertou, depois o goleiro do Lajeadense fez dois milagres. Tenho convicção de que jogávamos melhor, porém, o Lajeadense, numa única bola, acabou empatando. Tomamos o gol num lance que venho cobrando há algum tempo, que é a cobrança de falta para a área. Vamos trabalhar ainda mais essa bola. Por isso, saio com o gosto amargo. Empate foi bom resultado, mas não foi o que o contexto da partida apresentou", ressalta.
Para o confronto deste domingo, mais uma vez, o comandante da casamata jalde-negra terá que lidar com os desfalques. O lateral esquerdo Gustavo Nogy e o centroavante Maicon Santana tomaram o terceiro cartão amarelo e estão fora. Outros que não devem estar disponíveis são o zagueiro Sílvio, o volante Evandro e o meia Fernandinho, todos ainda em fase de recuperação de lesão. Há, ainda, Matheus Damasceno, que torceu o tornozelo na quarta-feira e será reavaliado. A perspectiva é de que retornem somente contra o São Gabriel ou nas quartas de final, se o Bagé confirmar classificação.
Devido ao desgaste da viagem – a delegação chegou às 6h30min de ontem -, os jogadores que entraram em campo na quarta-feira fizeram apenas um treino regenerativo. Hoje, Nunes deve decidir os prováveis 11 iniciais para o confronto decisivo de domingo.
Para o lugar de Gustavo, possivelmente Rafinha Carletti será utilizado. Se Damasceno não puder jogar, Capinha deve assumir a função. E no lugar de Maicon Santana, o treinador não descarta a utilização de Welder como homem de referência. "Na viagem de volta já estávamos tratando desse jogo de domingo. Será um momento decisivo para nós. A ideia é vencer e, na última rodada, brigar pela ponta da tabela", finaliza.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...