ANO: 25 | Nº: 6330
05/04/2019 Esportes

Guarany viaja até Cachoeirinha em busca de mais três pontos

Foto: Kauê Monteiro

Alvirrubro tenta se isolar na liderança da chave
Alvirrubro tenta se isolar na liderança da chave
A goleada na estreia da Terceirona, por 4 a 0, sobre o 12 Horas, trouxe confiança ao grupo de jogadores do Guarany. Entretanto, devido às poucas dificuldades impostas pelo adversário, ainda é muito cedo para que o torcedor tire uma conclusão eficaz do potencial do plantel alvirrubro. Até mesmo a própria comissão técnica ainda não tem um parecer fechado do desempenho. Porém, a expectativa é de que, no decorrer das rodadas, o Índio cresça tecnicamente e se imponha sobre os demais.
Nesse contexto, o time do técnico Vanderson Pereira tem novo desafio. Neste sábado, às 15h, o Guarany enfrenta o Novo Horizonte, na Arena Cruzeiro, em Cachoeirinha, pela segunda rodada da Terceirona. Os 11 iniciais devem ser confirmados em treinamento na manhã de hoje. Contudo, dificilmente Pereira faça muitas mudanças em relação ao time da primeira rodada. "A estreia saiu dentro daquilo que planejamos. Claro, ainda não atingimos um rendimento que a gente imagina, mas isso nem poderia ser diferente, pois estamos trabalhando num processo de evolução ao longo das rodadas. Independente disso, fizemos o dever de casa e, se levar em conta o placar, a vitória foi convincente", destaca.
Embora os quatro gols, Pereira reconhece que a equipe precisa corrigir vários pontos. Um dos fatores que pode ser mencionado é a necessidade de ritmo de jogo. Durante a pré-temporada, o Guarany enfrentou apenas uma equipe profissional, que foram os atletas do São Paulo de Rio Grande que não tinham atuado na rodada anterior da Divisão de Acesso, naquele momento.
Para os próximos dias, a tendência é de que novos reforços cheguem ao Estádio Antônio Magalhães Rossell. Mais um goleiro, lateral-direito, meia e centroavante são pedidos considerados essenciais da comissão técnica. Assim, a diretoria precisará se adaptar ao regulamento para ir ao mercado. "O regulamento muda toda hora. Agora são permitidos apenas três atletas acima de idade e que atuaram em outras divisões. Isso dificulta para contratarmos. Porém, vamos tomar algumas posições na Federação Gaúcha de Futebol. Pediremos que seja acordado aquilo que foi definido no congresso, independente dos clubes terem ou não condições. O Guarany se organizou e fez sua parte, portanto, não pode pagar por isso", conclui.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...