ANO: 25 | Nº: 6279
06/04/2019 Segurança

Delegado da Polícia Federal ressalta que irá combater crimes fronteiriços e desvios de verbas públicas

Foto: Antônio Rocha

Foi empossado, no final da tarde de quinta-feira, no auditório do 3º Batalhão Logístico (3º B Log), o novo delegado da Polícia Federal, da delegacia de Bagé, Pedro Renato Borges Mendonça.
Mendonça, que é natural da Rainha da Fronteira, passou mais de 40 anos fora da cidade e recebeu a notícia de que viria chefiar a delegacia da cidade com muita alegria. “Sinto-me em casa novamente. Olho para os lugares e me lembro da minha infância. Morava na rua Bento Gonçalves. Tive vários amigos. Desde criança, meu foco era ser policial federal”, contou durante discurso de posse.
A delegacia de Bagé foi implantada em 1952. No dia 28 de março, a Polícia Federal no Brasil completou 75 anos, e o novo delegado destacou a importância na atuação da segurança. “Somente quem convive com um policial federal sabe o que é abrir mão de horários, em qualquer lugar do país. Todo policial sabe que começa a trabalhar, mas não tem horário para terminar”, ressaltou.
Mendonça entrou na Polícia Federal no ano 2000, quando foi atuar em São Borja. Em 2002, foi transferido para Itajaí, em Santa Catarina. Após, coordenou o núcleo de Polícia Marítima. Entre 2011 e 2013, chefiou a delegacia de Lages, em Santa Catarina, depois retornou a Itajaí, onde ficou até voltar para Bagé, em novembro do ano passado.
O novo delegado é especialista em combate ao crime de tráfico de drogas e enfatiza que irá trabalhar fortemente nessa atuação. “Em Bagé, por ser uma cidade fronteiriça, tem crimes peculiares, como contrabando e descaminho. Temos vários trabalhos em andamento. A atenção maior será dada a estes crimes e também ao tráfico de drogas. Nosso trabalho é mais operacional. Tenho formação técnica no combate do desvio de verbas pública e aqui, como em qualquer outro lugar, temos que trabalhar, olhar para esse assunto com maior atenção, pois é um crime que traz muito mais prejuízo à sociedade. Nossa intenção é fazer com que não aconteça, mas se houver, combater”, acrescenta.
O superintendente da Polícia Federal no Rio Grande do Sul, Alexandre Isbarrola, destaca a satisfação de retornar a Bagé para empossar o novo delegado. “Me formei em Direito, em Bagé. Tenho grande carinho e alegria fazer com que nossos serviços possam ajudar aqui. A delegacia daqui, sabemos que tem peculiaridades. Temos um efetivo que é nosso maior patrimônio, competente e comprometido. Os últimos chefes foram levados para importantes funções, como o delegado Mauro Silveira, que assumiu a coordenação de combate ao crime organizado. Sabemos da importância dessa chefia, aqui, e é um orgulho estar empossando o delegado Mendonça para comandar a delegacia de Bagé”, ressalta.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...