ANO: 25 | Nº: 6208
10/04/2019 Opinião

Os alicerces da retomada

por Otomar Vivian*

Um Estado com olhar à frente, com a busca e a certeza de um destino que os gaúchos merecem. Desde que o governador Eduardo Leite e o vice Ranolfo Vieira Jr. assumiram a responsabilidade de trabalhar diariamente para avançar em questões estruturantes para o nosso Rio Grande, tinham a consciência que seria um trabalho árduo, mas que com confiança, diálogo, parceria e determinação chegarão no horizonte projetado.

Todos temos plena consciência da realidade, especialmente da mais grave crise fiscal que atravessa nosso Estado. Esta realidade exige tomadas de decisões de natureza política e administrativa que nos permita acreditar e que exige escolhas de futuro com decisões que precisam ser tomadas no atual momento.

Os chamados "100 dias" nos permitem afirmar que estamos no rumo certo. Um olhar equilibrado sobre o que até agora foi realizado permite ver que essas ações nos dão a garantia de que o Estado encontra-se em constante evolução, com programas estruturantes e estratégicos – como o RS Seguro e o RS Parcerias. Também merece ser reconhecida a decisão do governador Eduardo Leite em prosseguir com as melhores iniciativas da gestão anterior, pois um governo responsável deve dar continuidade as ações consistentes sempre dentro de uma linha evolutiva.

Tão importante quanto estas respostas administrativas é a disposição de dialogar, de forma sincera, com a sociedade, que na democracia representativa é traduzida pela legitimidade dos mandatos das deputadas e deputados estaduais. Isso resultou hoje numa base de apoio sólida, demonstrada na consistência da aprovação de projetos já votados, inclusive com alterações na própria constituição do Estado, gerando um nível de confiança para submeter projetos que garantam mudanças no sentido de dar ao Estado a retomada da sua capacidade de investimento.

Os alicerces da retomada são construídos dia após dia, na incansável busca por consensos estratégicos fortalecidos em torno de uma agenda coletiva de desenvolvimento. Nosso governo completa este período inicial de balanço consciente de que executou com êxito a principal tarefa a que se lançou, a de criar um ambiente disposto ao entendimento e a progredir.

*Chefe da Casa Civil do Rio Grande do Sul

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...