ANO: 25 | Nº: 6208
13/04/2019 Esportes

Sábado de batalha na Terra dos Marechais

Foto: Tiago Rolim de Moura

Jalde-negro precisa vencer para depender de suas próprias forças
Jalde-negro precisa vencer para depender de suas próprias forças
Permanecer com o sonho de jogar a Série A no ano de seu centenário ou antecipar o encerramento de atividades no semestre. Um desses caminhos será trilhado pelo Bagé, a partir do resultado final do confronto contra o São Gabriel, neste sábado, às 15h30min, no Estádio Sílvio Corrêa. O confronto vale uma vaga direta nas quartas de final da Divisão de Acesso. Por isso, é o jogo mais importante, até o momento, do jalde-negro, em 2019.
Em termos de desfalques, de certeza é o lateral direito Darlem, expulso, segunda-feira, no empate com o Inter-SM. Por outro lado, retornam de suspensão o lateral esquerdo/meia Gustavo Nogy e o centroavante Maicon Santana. No quesito de lesões, o goleiro Pablo não está com 100% de suas condições físicas, portanto, ficará no banco de reservas e Thiago sairá jogando. A boa notícia é a volta de Fabinho Capixaba. Com a saída da Darlem, o técnico Márcio Nunes teria que improvisar, se não fosse o seu retorno. Na zaga, Sílvio e Ílson ainda permanecem como dúvidas. No meio-campo, o volante Matheus Damasceno e o meia Leomir foram preservados, durante a semana, para que, justamente, estivessem aptos para o jogo decisivo.
Também deverão estar disponíveis, no banco de reservas, o volante Evandro e o meia Fernandinho, ídolos da torcida jalde-negra e que podem fazer o diferencial num momento dessa magnitude. Por fim, o volante Jefferson Bernardo, ausência na última partida, é dúvida. E, claro, há o centroavante Erick Foca que, devido à estiramento na coxa, não jogará mais na Divisão de Acesso. Um provável time para este sábado tem Thiago, Fabinho Capixaba, Ricardo Bierhals, André e Rafinha Carletti; Matheus Damasceno, Leomir, Cris Magno, Gustavo Nogy e Welder; Maicon Santana.

Tipos de combinações

No caso de vitória, o Bagé, automaticamente, estará garantido nas quartas de final. Em caso de empate, o Abelhão se classifica, desde que Lajeadense não vença o São Paulo ou o Cruzeiro não ganhe do Inter-SM; ou se o Guarani-VA perder para o Farroupilha. E se perder na Terra dos Marechais, a chance de permanecer vivo passa por dois tipos de combinações: a primeira possibilidade é o Cruzeiro empatar e o Lajeadense perder. A outra é o Guarani-VA perder por dois gols de diferença para o Farroupilha e o Cruzeiro não vencer o Inter-SM. Para Bagé e São Gabriel se classificarem, é preciso um empate, mais a seguinte combinação: Guarani ser goleado por três gols de diferença pelo Farroupilha, o Lajeadense perder para o São Paulo e o Cruzeiro não vencer o Inter-SM.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...