ANO: 25 | Nº: 6312

Rochele Barbosa

rochelebarbosa@gmail.com
Jornalista formada pela Universidade da Região da Campanha. Responsável pela produção e reportagem do caderno de Saúde do Jornal MINUANO
15/04/2019 Caderno Minuano Saúde

Harmonização Orofacial

Foto: Divulgação

página 2 ou 3
página 2 ou 3

Na última semana de março, o odontologista Leandro Saavedra Argenti iniciou sua pós-graduação em Harmonização Orofacial, a fim de tornar-se especialista também nessa área. Argenti já é especialista em Implantodontia, Radiologia Odontológica e Ortodontia.

“Realizo procedimentos de Harmonização Orofacial desde 2016, com Habilitação em Toxina Botulínica e Preenchedores Faciais, Credenciamento em Bichectomia e Tratamento Enzimático da Papada, além de Habilitação em Rinomodelação”, explicou o profissional.

Nesta edição, o Argenti irá apresentar o que é a Harmonização Orofacial.

 

O que é esta especialidade?

A Harmonização Orofacial é definida como sendo um conjunto de procedimentos realizados pelo cirurgião-dentista em sua área de atuação, responsáveis pelo equilíbrio estético e funcional da face.

As áreas de competência do cirurgião-dentista especialista em Harmonização Orofacial incluem:

a) praticar todos os atos pertinentes à Odontologia, decorrentes de conhecimentos adquiridos em curso regular ou em cursos de pós-graduação;

b) fazer uso da toxina botulínica, preenchedores faciais e agregados leucoplaquetários autólogos na região orofacial e em estruturas anexas e afins;

c) ter domínio em anatomia aplicada e histofisiologia das áreas de atuação do cirurgião-dentista, bem como da farmacologia e farmacocinética dos materiais relacionados aos procedimentos realizados na Harmonização Orofacial;

d) fazer a intradermoterapia e o uso de biomateriais indutores percutâneos de colágeno com o objetivo de harmonizar os terços superior, médio e inferior da face, na região orofacial e estruturas relacionadas anexas e afins;

e) realizar procedimentos biofotônicos e/ou laserterapia, na sua área de atuação e em estruturas anexas e afins; e,

f) realizar tratamento de lipoplastia facial, através de técnicas químicas, físicas ou mecânicas na região orofacial, técnica cirúrgica de remoção do corpo adiposo de Bichat (técnica de Bichectomia) e técnicas cirúrgicas para a correção dos lábios(liplifting) na sua área de atuação e em estruturas relacionadas anexas e afins.

Diante disso, segundo o profissional, são inúmeros tratamentos e procedimentos que o dentista poderá oferecer ao seu paciente. “Neste conteúdo, vamos apresentar 17 principais protocolos clínicos da HOF. Para você saber, alguns dos protocolos que está área de atuação lhe possibilitará fazer no consultório.

Eles serão divididos em 5 grupos: terço superior/ médio/ inferior/região submentoniana e rejuvenescimento.


Os 17 Principais Protocolos da Harmonização Orofacial na Odontologia

Terço superior

1. Frontal / Testa

As rugas da testa são um sinal de envelhecimento que promove a redução da espessura da pele devido a dois mecanismos básicos: a perda de colágeno e o aumento das atividades dos músculos. Podem ser tratadas e suavizadas com toxina botulínica, assim como é um dos tratamentos mais procurados.

2. “Pés de Galinha”

Os famosos pés de galinhas são rugas ao redor dos olhos. Dessa forma, também podem ser tratadas e suavizadas com toxina botulínica.

3. Dor Orofacial / Cefaléia

Se você tem dor na cabeça na face, no pescoço ou na boca (de origem estomatognática), é sinal de dor orofacial. O uso da toxina botulínica tem ganhado força como terapia alternativa e inovadora ao problema. Sob o mesmo ponto de vista, a aplicação no masseter, no músculo temporal e no frontal faz com que os problemas desapareçam.

4. Temporal

Também usada no tratamento da dor.

Terço médio - Protocolos da Harmonização Orofacial

5. Malar / Linha "Blush"

O procedimento é feito com a aplicação de ácido hialurônico na região conhecida popularmente como “maça do rosto” e o mesmo atua preenchendo e restabelecendo volume. É o queridinho dos artistas e modelos, uma vez que provoca o efeito “blush”.

6. Volumização da Mandíbula

A volumização de mandíbula serve para deixar o rosto mais delimitado e marcado. Com o passar do tempo, ocorre perda de volume, ocasionado por diversos fatores. Pode ser feita com ácido hialurônico, hidroxiapatita...

7. Bruxismo

Caracterizado pela contração anormal da musculatura mastigatória. A pessoa com o distúrbio tem o hábito de ranger ou apertar os dentes. A toxina botulínica tem conquistado espaço para diminuir dores provenientes do apertamento dentário. Aliviando as dores de cabeça e relaxando os músculos da face.

Terço inferior

8. Sorriso Gengival

Um sorriso atraente e estético depende de uma adequada proporção entre dentes, gengiva e lábio. Assim, ao sorrir, o lábio superior deve mostrar em torno de três milímetros de gengiva. Já que, exposição maior que isso é conhecido como sorriso gengival. Pode ser tratado com uma pequena quantidade de toxina botulínica aplicada na musculatura específica.

9. Sulcos

Os sulcos são caracterizados como depressões (ou ranhuras) situadas na superfície da pele. Eles ocorrem devido ao afrouxamento da derme e da musculatura da face. Podem ser preenchidos com ácido hialurônico e outras técnicas.

10. Código de Barras

São as rugas ao redor da boca, nesse sentido são causadas, principalmente, pelo movimento do músculo orbicular da cavidade bucal. É muito comum no povo gaúcho, em virtude do hábito do chimarrão. Pode ser tratado com toxina botulínica, mas deve se ter muito cuidado para não afetar o movimento dos lábios.

11. Preenchimento Labial

Consiste em redefinir a forma dos lábios, utilizando técnicas que permitem alcançar funcionalidade, beleza e harmonia para o sorriso. Os lábios são a moldura dos dentes perfeitos. A terapêutica mais utilizada é o preenchimento com ácido hialurônico.

12. Regeneração da Papila

Defeitos mucogengivais em decorrência do avanço da doença periodontal resultam em perda óssea alveolar e consequente migração apical da papila interdental, levando à formação de triângulos negros que comprometem a estética do paciente. Podem ser corrigidos com preenchimento de ácido hialurônico e também laserterapia.

13. Preenchimento do Mento

O mento (queixo) é um ponto muito importante para definir o contorno facial. Quando ele está na proporção ideal deixa a face mais harmônica e jovial. Diferente de outras áreas, na maioria dos casos, pessoas já nascem com ele para dentro ou pequeno. Assim não é causado pelo envelhecimento. Pode ser preenchido com ácido hialurônico, hidroxiapatita...

 

Região Submentoniana

14. Redução da Papada (Lipólise enzimática)

A forma ideal do rosto jovem foi descrito como um triângulo de pernas para o ar, que se estreita em direção ao queixo. A forma e o contorno do queixo e pescoço jogam um importante papel em estética facial. Há um aumento do interesse e da preocupação com a papada. Pode ser tratada pelo dentista com o desoxicolato de sódio, ozônio, lipoaspiração, lipoplastia física (aparelhos)...

Bichectomia

Bichectomia é a cirurgia em que há a retirada total ou mesmo parcial de duas bolsas de gorduras presentes uma em cada lado da boca, entre o maxilar e a mandíbula, chamadas de "bolas de Bichat". Essas bolsas de gordura estão presentes no corpo, não importa se a pessoa está ou não acima do peso. A finalidade da bichectomia é reduzir o volume da parte de baixo do rosto afinando a face.

Rejuvenescimento

15. Skinbooster

A técnica conhecida como Skinbooster oferece uma hidratação profunda e mais completa para a pele. Nesse tratamento são utilizadas injeções na pele, não com o objetivo de criar volume como no do ácido hialurônico normal e sim de oferecer uma hidratação imediata.  A substância que é injetada é uma combinação de ácido hialurônico de baixa concentração com outras substâncias.

16. Fototerapia

Esse protocolo tem como objetivo a reabilitação funcional estética com laser/Led de todo o sistema Músculo Aponeurótico Superficial, que por sua vez, estimula a síntese de colágeno (Terapias de Estímulo ao Colágeno) e melhora o tônus muscular. Dessa forma, promovendo uma perfeita hidratação da pele, com efeito de luminosidade, clareamento e lifting imediato.

17. Fios Faciais

Os fios faciais são implantes filamentares de natureza sintética que ao serem implantados nos tecidos subcutâneos profundos e adequadamente tracionados, promovem a elevação dos tecidos flácidos ptosados e estimulam a produção do colágeno. Podem ser reabsorvíveis ou não. Os materiais usados incluem o polipropileno, polidioxanona, vicryl, policaproamide, ácido poliláctico e ácido poliglicólico, usados, também, diariamente, para diversos procedimentos cirúrgicos.


Conclusão

Podemos concluir que a Harmonização Orofacial é um alento aos dentistas. São inúmeros protocolos, terapêuticas, tratamentos, então o que não faltam são opções.

Para o dentista poder praticar a Harmonização Orofacial, como ainda não é ensinada regularmente na graduação, são necessários cursos de pós-graduação (aperfeiçoamento, especialização, mestrado e doutorado).

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...