ANO: 25 | Nº: 6208
15/04/2019 Fogo cruzado

Lasier apresenta parecer favorável ao projeto que certifica Marcha do Cavalo Crioulo

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Senador expôs relatório sobre proposta assinada por Hamm
Senador expôs relatório sobre proposta assinada por Hamm

O senador Lasier Martins, do Podemos, apresentou parecer favorável à proposta que reconhece como manifestação da cultura nacional a Marcha de Resistência do Cavalo Crioulo do Rio Grande do Sul. A posição do relator ainda será votada pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado.
Em seu relatório, Martins observa que 'a matéria não afronta o ordenamento jurídico nacional', destacando que 'é, sem dúvida, pertinente, oportuna, justa e meritória a iniciativa de reconhecer a Marcha de Resistência do Cavalo Crioulo do Rio Grande do Sul como manifestação da cultura nacional'.
Na justificativa apresentada à Câmara dos Deputados, onde o projeto já foi aprovado, o autor da proposta, deputado Afonso Hamm, do Progressistas, destaca que o reconhecimento 'celebra a tradição gaúcha e brasileira de amor aos cavalos'. “A Marcha de Resistência é a prova mais antiga realizada pelo cavalo Crioulo e também a primeira a ser realizada, praticamente sob os mesmos moldes, nos três países do Cone Sul”, explica.
A Marcha ocorreu primeiro no Uruguai, depois na Argentina, e, após algumas experiências na década de 1970, é realizada, no final da década de 1980, em Alegrete, no Rio Grande do Sul. Desde então, faz parte do calendário de provas da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), sendo realizada em diversos municípios gaúchos, como Bagé, Canguçu, Santa Maria, Dom Pedrito, Rosário do Sul, Santo Antônio da Patrulha, Uruguaiana e Jaguarão.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...