ANO: 26 | Nº: 6577
17/04/2019 Cidade

Ônibus Lilás chega a Bagé com intuito de intensificar a luta contra o feminicídio

Foto: Aline Sabedra / Especial JM

Unidade móvel chegou segunda-feira na cidade
Unidade móvel chegou segunda-feira na cidade

por Larissa Macedo Lopes
Acadêmica de Jornalismo da Urcamp

Com o objetivo de intensificar a programação de enfrentamento à violência contra a mulher, a Secretaria Municipal de Assistência Social, Habitação e Direitos do Idoso (Smasi), através da Coordenadoria da Mulher e Direitos Humanos, disponibiliza, desde segunda-feira, o “Ônibus Lilás”. O veículo conta com gabinetes de atendimento com total privacidade e irá percorrer bairros e regiões do município até o dia 2 de maio.

O atendimento é gratuito e tem a intenção de levar informação, orientação e até mesmo receber denúncias nos locais em que o ônibus estiver instalado. A equipe da coordenadoria também estará presente nas atividades, prestando os serviços habituais que já realiza com mulheres em situação de violência (física, psicológica, sexual, patrimonial ou moral).

No Brasil

Segundo pesquisas realizadas pelo Núcleo de Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a cada duas horas uma mulher morre, no Brasil, vítima de violência. O feminicídio está incluído nessa estatística. Em 2018, os registros de crime de ódio contra a mulher cresceram 12%. No Rio Grande do Sul, esse fato é ainda mais alarmante: entre 2017 e 2018, os números ultrapassaram 40,9% e o estupro aumentou 3%. Em Bagé, houve um aumento de 2,45% nos registros de ameaça e o caso de estupro é aterrorizante. Chegou a marca de 380%.

No município, o termo feminicídio ganhou reconhecimento após o assassinato da doméstica Darlene da Silva Pires, vitimada pelo companheiro, Rodrigo Fonseca Garcia, em abril de 2018. Garcia, conforme a acusação, desferiu três golpes de capacete na cabeça da vítima. O caso repercutiu na cidade, causando a comoção de todos. 

O serviço

O Ônibus Lilás é um veículo do Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra a Mulher e chega na cidade, pelo segundo ano consecutivo, com o objetivo de combater a violência nas áreas mais afastadas do município. Em Bagé, o veículo percorrerá Palmas, Habitar Brasil, Morgado Rosa, Prado Velho, Escola Líbio Vinhas, Passo das Pedras, Serrilhada, São Domingos, Assentamento Abrindo Fronteiras, Quilombolas (Capela da Pedreira), Malafaia, Escola Julinha Taborda (São Judas) e Praça da Estação.

Segundo o vice-prefeito de Bagé, Manoel Machado, o ônibus tem um significado. “O Ônibus Lilás, do governo do Estado, vem a Bagé, pelo segundo ano consecutivo, e tem uma importância muito grande em função do impacto que causa, por ser um veículo diferente andando pelos bairros de nossa cidade e diversas localidades, inclusive na zona rural também. Esta estrutura desperta uma certa curiosidade que é, justamente, aquilo que a gente pensa para fazer a conscientização das pessoas, principalmente no que se refere ao enfrentamento da violência contra a mulher”, comenta.

A expectativa é que sejam atendidas cerca de 100 mulheres por dia durante o período em que o ônibus estiver em Bagé, segundo Cândida Navarro, coordenadora municipal da Mulher e Direitos Humanos. 

BOX

 Agenda

 16/04 - Palmas

 17/04 - Habitar Brasil

 18/04 – Morgado Rosa

 19/04 – FERIADO

 22/04 – Prado Velho (tarde)

 23/04 – Escola Líbio Vinhas

 24/04 – Passo das Pedras

 25/04 – Serrilhada

 26/04 – São Domingos e Assentamento Abrindo Fronteiras

 27/04 - Quilombolas (Capela da Pedreira)

 29/04 – Malafaia

 30/04 – Escola Julinha Taborda (São Judas)

 1º/05 – Praça da Estação

 Contatos para denúncias

 Central de Atendimento à Mulher - 180

 Brigada Militar - 190

 Rede Lilás - 0800 541 08 03

 Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher - (53) 3241-3709

 Coordenadoria da Mulher – (53) 3242-6551

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...