ANO: 25 | Nº: 6399
25/04/2019 Cidade

FTGAS projeta parceria com a Urcamp

Foto: Jéssica Pacheco/EspecialJM

Iniciativa visa qualificação e medidas como realização de testes vocacionais
Iniciativa visa qualificação e medidas como realização de testes vocacionais
A reitora da Urcamp e presidente da Fundação Attila Taborda, professora Lia Maria Herzer Quintana, juntamente com os procuradores jurídicos Álvaro Pimenta Meira e Luiz Carlos Pierucci, assim como com o gerente de Campus e Inovação, Leandro Pires, participou de reunião, na quinta-feira passada, com o coordenador da Agência FGTAS/SINE Bagé, Marcelo dos Reis, para discutir a viabilidade de uma parceria entre as duas instituições, contemplando as áreas de artesanato e de inserção de trabalhadores no mercado.

A proposta da FGTAS, exposta pelo coordenador e pelo técnico do Sine Bagé, Paulo de Moura, visa uma parceria que envolva o oferecimento de atividades de qualificação profissional e de preparação para o mercado de trabalho, como a realização de testes vocacionais e elaboração de currículo, além de ações que promovam o Programa Gaúcho de Artesanato (PGA).

Em contrapartida, após ouvir as sugestões, a reitora da Urcamp ressaltou os trabalhos já realizados na Instituição Comunitária de Ensino Superior, que muito agregam para o mercado de trabalho e contribuem para o aprendizado dos acadêmicos, como a implantação da nova metodologia de ensino, a Graduação I, e do ambiente onde todo processo de interação acontece: a Plataforma de Projetos Integrados Sou I.

Na ocasião, o gerente de Campus e Inovação explicou o funcionamento da Sou I e exemplificou que as pautas da reunião eram demandas e que poderiam ser contempladas na Plataforma, de modo que os estudantes trabalhariam, através de projetos integradores, em soluções, como o preparo da oratória para entrevistas de emprego. Ficou, então, o convite para que a Agência realizasse o seu cadastro e já começasse a inserir seus desafios.

Outro ponto relatado pelos representantes da Urcamp foi o Curso de Capacitação Profissional para Pessoas com Deficiência (PcD) e Reabilitação, implantado e realizado pela instituição desde 2015. A partir dos encontros, que são concluídos com um período de estágio, os alunos são preparados para se reinserirem no mercado de trabalho, como é o caso de pessoas que estão em processo de reabilitação – quando executavam uma determinada função e, agora, precisam se capacitar para outra.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...