ANO: 25 | Nº: 6404

Viviane Becker

viviminuano@hotmail.com
Colunista social do Jornal Minuano, Viviane Becker é experiente jornalista de geral e conhecida editora do caderno de variedades Ellas.
26/04/2019 Caderno Ellas

Detox no Closet

Foto: Reprodução JM

Dicas infalíveis para praticar o desapego

"Se não faz você feliz, precisa ir embora”... Essa é uma frase da renomada especialista em organização, a japonesa Marie Kondo, aquela, que foi mencionada pela colunista Janine Pinto em sua crônica, publicada aqui no Caderno Ellas, no dia 5 de abril.

Como em todas as áreas da vida, é importante de tempos em tempos, praticar o desapego e fazer um detox, neste caso, o alvo é o closet.

A cada nova temporada, muitas de nós, consumidoras, somos consumidas pela vontade quase incontrolável de adquirir peças hits da temporada para renovar o guarda-roupa e atualizar a produção. Essa compra é quase inevitável, o problema é o acumulo que acaba ocorrendo, se não fizermos uma triagem, no guarda-roupa, separando as peças que já estão, há algumas temporadas, esquecidas.  

As consumistas de plantão sabem que é comum acumular peças compradas em promoção, ou aquela trend que passou e ficou esquecida lá no armário.

Voltando ao foco dessa proposta, quem nunca olhou para uma roupa e jurou que um dia ia emagrecer e voltar a usar, mas na verdade nunca mais. Pois é!

A cada troca de estação, é bom dar uma revisada nas peças, selecionar o que pode ser doado e de fato aplicar na praticar o desapego. Fomos buscar inspiração na internet  para compartilhar com nossas leitoras as dicas para fazer o temido, mas inevitável detox no closet:

1. Guarde apenas o que vai usar

Na prática, não é muito fácil desapegar. Por isso, conforme a regra, se a peça não foi usada nos últimos 18 meses é hora de deixá-la ir embora. Isso também serve para roupas e acessórios que não servem mais ou já tem certo tempo de uso.

 

2. Organize suas peças

Essa dica é muito importante. Costumamos usar as peças que ficam mais visíveis aos olhos. Sempre que puder, organize seu guarda-roupa. O ideal é a cada troca de estação tirar tudo do armário e organizar por categorias: camisetas, calças, vestidos. Isso facilita na hora de ver o que você tem de sobra e o que precisa comprar.

 

3. Identifique seu estilo

 Quando você sabe o que lhe cai bem e que tipo de peças você precisa para o seu dia a dia, a chance de comprar roupas desnecessárias é bem menor. Isso vai evitar o desperdício.

 

4. Grana extra

Outra opção é aproveitar para ganhar uma grana extra e vender algumas peças para algum brechó. Isso virou tendência e vale para confecção, calçados de adultos e crianças. Porém esse desapego vai muito além. É só ver o sucesso que fazem os grupos de vendas da cidade nas redes sociais. Existem vários intitulados como Classificados Bagé. Já na área infantil, vale conferir as vendas online do Era uma vez e  as lojas físicas Brechozinho Kids, BBxó ou Mamãe Coruja Brechó kids.  

Ou quem sabe, contribuir com algum brechó que reverta recursos para alguma entidade beneficente. Aqui em Bagé, eles acontecem quase que todas as semanas. O Brechic de Santa Thereza é um deles.

 

5. Peça ajuda

Lembram da cena de Sex And The City, quando a Carrie está prestes a sair do apartamento? Ela chama as amigas para decidir o que vai e o que fica. A ideia é mais ou menos essa. Algumas peças carregam sentimentos, mas nem sempre caem bem ou combinam com você. Por isso, uma segunda opinião é sempre bem vinda.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Outras edições

Carregando...