ANO: 26 | Nº: 6491

Viviane Becker

viviminuano@hotmail.com
Colunista social do Jornal Minuano, Viviane Becker é experiente jornalista de geral e conhecida editora do caderno de variedades Ellas.
26/04/2019 Caderno Ellas

Você precisa dormir bem!

Foto: Reprodução/Freepik/Especial JM

Por Marcelo Rodriguez
Acadêmico do curso de jornalismo da Urcamp

Para ter uma vida saudável, é importante ter boas noites de sono. Dormir bem contribui para melhorar o metabolismo, ter disposição e prevenir doenças crônicas. Uma noite de sono mal dormida pode aumentar a necessidade do corpo por insulina em até 30% de um dia para o outro. Pessoas que dormem menos de 7h, às vezes, não se sentem cansadas com a falta de sono, contudo, apresentam alterações associadas à baixa qualidade dele. Pesquisas apontam que dormir pouco pode aumentar o risco de osteoporose e de fraturas.

Dormir bem tem diversos benefícios, como por exemplo a prevenção da obesidade. Durante o sono, nosso organismo produz um hormônio capaz de controlar a sensação de saciedade. Ao dormir pouco, a produção é menor, o que leva a uma ingestão exagerada de calorias durante o dia. O sono profundo e ininterrupto está relacionado, também, a bons níveis de pressão arterial. Uma noite mal dormida deixa o organismo em estado de alerta, aumentando a pressão sanguínea. Isso, com o tempo, pode acabar gerando hipertensão.

Além disso, pessoas que conseguem ter uma boa noite de sono absorvem melhor as informações do dia a dia do que aquelas que passam longos períodos sem dormir. Durante o descanso ocorre a síntese de proteínas responsáveis pelas conexões neurais, aprimorando habilidades como memória e aprendizado. Da mesma forma, o sono profundo e sem interrupções favorece a produção do hormônio responsável pelo crescimento, que ajuda a manter o tônus muscular e melhora o desempenho físico, combatendo ainda a osteoporose.

Um sono de má qualidade pode causar um desequilíbrio na produção de hormônios e substâncias químicas no organismo, condição que aumenta as chances de desenvolver colesterol alto, doenças cardiovasculares e derrames cerebrais. Pessoas que tem o sono constantemente interrompido ao longo da noite ou não dormem o suficiente não conseguem atingir os estágios mais profundos do sono e por isso não descansam de forma adequada. Isso pode trazer sintomas como dificuldade de concentração e atrapalhar nos estudos e no trabalho.


Quer dormir melhor? Lá vão algumas dicas:


  • Tente acalmar a mente ao deitar. Foque no corpo ou nos movimentos de respiração.


  • Evite gorduras e carboidratos simples, à noite, pois eles alteram o sono e quanto mais tarde forem ingeridos maior tendem a ser a interferência no padrão do sono.


  • Aromas como lavanda produzem comprovadamente relaxamento na hora de dormir.


  • Evite dormir com a TV ligada, procure deixar o quarto todo escuro e sem ruído.


  • Diminua a luminosidade da casa uma hora antes de dormir.


  • Ficar de olho no celular com a tela muito clara dificulta o início do sono.


  • Ingira a última xícara de café até após o almoço, pois a cafeína fica no sangue por nove horas.


  • Crie uma rotina com horário certo para dormir.


  • Prefira fazer atividade física pelo menos três horas antes de dormir.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Outras edições

Carregando...