ANO: 25 | Nº: 6403
27/04/2019 Cidade

Bagé terá programação de homenagem global ao candombe

Foto: Divulgação

Cuerda Grillos Candomberos de Bagé fará marcha pela cidade
Cuerda Grillos Candomberos de Bagé fará marcha pela cidade
Bagé está no mapa das homenagens globais ao candombe, um ritmo musical de origem africana composto por tambores tradicionais do Uruguai. Neste domingo, 28 de abril, às 18h, a cuerda Grillos Candomberos de Bagé, que nasceu do ponto de cultura Pampa Sem Fronteiras, fará um desfile de tambores pelas ruas da cidade. A concentração acontecerá na Praça de Esportes. Na ocasião, também participarão integrantes da Agrupación de Negros y Lubolos Biricunyamba, de Rivera (Uruguai), e dos comparsas de Melo e Montevidéu.

O encerramento da marcha será na Sociedade Uruguaia de Bagé, com apresentação musical do grupo Hijos de la Diáspora e comidas típicas uruguaias. A atividade é aberta ao público e a entrada é gratuita.

A homenagem global ao candombe é organizada pelo Consejo Consultivo de Los Angeles e acontecerá, simultaneamente, em 48 cidades de diferentes países, as quais possuem vínculos com o ritmo musical dos tambores chico, repique e piano. O mapa com as cidades participantes podem ser acessadas através do link https://bit.ly/2UNP3qt.

Grillos Candomberos

A cuerda Grillos Candomberos foi criada, em 2015, com o objetivo de divulgar e consolidar a prática musical do candombe em Bagé, em contato direto com outros grupos e comparsas uruguaios. Desde então, o grupo vem passando por um processo de formação musical através de estudos, oficinas e ensaios abertos na Sociedade Uruguaia. Além disso, já realizou apresentações e performances musicais com dança em diversos locais da cidade.

O projeto conta com o apoio da Sociedade Uruguaia, da Associação Pró-Santa Thereza e do Consulado Uruguaio em Bagé e envolve a presença de professores do IFSul e Unipampa, estudantes do curso de Música e Letras da Unipampa, bailarinas, agentes culturais, ativistas do movimento negro e simpatizantes da cultura popular uruguaia.

O professor do IFSul Campus Bagé, Lisandro Moura, que atua como tamborileiro da Grillos Candomberos, onde atualmente desenvolve pesquisa sobre a cultura do ritmo, destaca que estão confirmadas para o evento mais de 50 pessoas, entre tamborileiros e bailarinas de Bagé, Rivera, Melo e Montevidéu.

Para Moura, este momento é especial, tanto para o grupo como para a cidade, pois será o mais importante evento já realizado com a presença dos tambores do Uruguai em Bagé. "Fazer parte do mapa global do candombe é, também, um sinal de reconhecimento pelo nosso trabalho com a Grillos Candomberos e de fortalecimento dessa importante manifestação musical e cultural aqui na região. Um candombe feito do lado e do jeito brasileiro, mas sempre em contato com suas raízes afro-montevideanas", diz o professor.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...