ANO: 25 | Nº: 6312
04/05/2019 Segurança

Região receberá mais de R$ 660 mil para Segurança Pública

Foto: Antônio Rocha

Votação no ano passado em Bagé
Votação no ano passado em Bagé

A Secretaria de Governança e Gestão Estratégica (SGGE) do Rio Grande do Sul liberou, na sexta-feira, a quantia de R$ 20.029.014,71 para a área da Segurança Pública do Estado. Anteriormente, já haviam sido liberados R$ 3,8 milhões para projetos de videomonitoramento. As verbas são relativas à Consulta Popular 2018 para serem executadas no orçamento de 2019. Para a região da Campanha, serão destinados R$ 660.732,94. 

Na região, segundo dados da SGGE, Bagé irá receber R$ 283.600 em investimentos, com a aquisição de uma viatura leve e mobiliário para a Brigada Militar, uma viatura para a Polícia Civil, mobiliário para o Instituto Geral de Perícias e equipamentos para o Corpo de Bombeiros Militar.

Para Caçapava do Sul, o valor é de R$ 210 mil, distribuídos entre uma viatura para a Brigada Militar e uma para a Polícia Civil. Para Dom Pedrito, a Consulta Popular irá destinar R$ 30 mil em equipamentos de proteção individual e um bote inflável para o Corpo de Bombeiros. Lavras do Sul contará com R$ 12.132,94, destinados para mobiliário e equipamentos para a Brigada Militar e, por fim, Hulha Negra irá receber R$ 125 mil para aquisição de viatura leve à Brigada Militar.

"Esse recurso será muito importante para a estratégia de investimento qualificado do RS Seguro e simboliza a importância que os gaúchos dão para a Segurança Pública, uma vez que foi a segunda área mais votada. A Consulta Popular é um excelente instrumento de participação para melhoria das políticas de Estado", declarou o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior.

O montante, que equivale a 100% das demandas votadas na área, será destinado para implantar 480 projetos para qualificar o atendimento da Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Instituto-Geral de Perícias, com novos equipamentos, armamentos e viaturas, entre outros. Os benefícios abrangem 340 municípios em 26 regiões dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes). Todos esses projetos serão executados diretamente pela Secretaria de Segurança Pública.

"A Consulta Popular é um pleito consolidado. Nossa gestão manterá os pontos positivos em relação a definição de orçamentos para os projetos regionais e participação popular. Nossa intenção é que ela contribua para a avaliação de políticas públicas. Os Coredes também serão parceiros nesse sentido", afirmou o titular da SGGE, Cláudio Gastal.

Na Consulta Popular de 2018, os projetos da Segurança tiveram 221.939 mil votos dos eleitores, ficando atrás somente da Saúde, que teve 259.927 mil. Ao todo, foram computados 794 mil votos.

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...