ANO: 26 | Nº: 6556

Egon Kopereck

egonkopereck@gmail.com
Pastor da Congregação Evangélica Luterana da Paz
04/05/2019 Egon Kopereck (Opinião)

Trabalho: bênção ou maldição

Amigos leitores! Na semana que passou, tivemos um feriado alusivo ao "Dia do Trabalho". Uma homenagem digna e justa. Para muitos, o trabalho é um castigo de Deus por causa do pecado, e nisso há um grande equívoco. O trabalho é uma bênção na vida humana. O trabalho foi ordenado por Deus. Diz a Bíblia, em Gênesis 2.15: "Tomou, pois, o Senhor Deus ao homem e o colocou no Jardim do Éden para o cultivar e guardar." O trabalho, portanto, vem antes da queda em pecado, quando a Bíblia diz: "Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom." (Gênesis. 1.31. O que vem depois, na verdade, foi a maior tragédia da humanidade. Tudo de ruim que já aconteceu e ainda acontece hoje: guerras, tragédias, mortes, sofrimentos, tristezas... Tudo é consequência daquela queda de Adão e Eva, conforme nos é descrito em Gênesis 3. Depois dessa tragédia, vêm as consequências, diz em Gênesis 3.17 e 19: "... maldita é a terra por tua causa, em fadiga obterás dela o teu sustento durante os dias de tua vida. ... No suor do teu rosto comerás o teu pão." Mas isso significa que o trabalho é ruim ou mau? Absolutamente não! O trabalho é uma bênção em nossa vida. O trabalho dignifica o ser humano. O trabalho ajuda a combater as preocupações, a insegurança, o medo, os pensamentos negativos, a ansiedade, e nos faz usar nossos dons e aptidões para o nosso bem e para o bem estar do nosso semelhante.
Lutero, reformador da Igreja, disse certa vez: "O tempo ócio é uma oficina de Satanás." E não é bem assim? Quando estamos desocupados, logo surgem pensamentos negativos, dúvidas, incertezas, medos, vem as preocupações, a ansiedade, a insegurança, imoralidade, corrupção, e por aí vai.
A fadiga, o cansaço, os calos nas mãos, os neurônios sobrecarregados, tudo isso é consequência do pecado, mas o trabalho em si é uma bênção. Diz no Salmo 128: "Bem-aventurado (isso é, feliz) aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos! Do trabalho de tuas mãos comerás, feliz serás, e tudo te irá bem."
Outro dia conheci um senhor que reclamava muito do seu serviço e, certamente, por isso, não trabalhava com alegria, disposição e dedicação. Pouco tempo depois ele foi demitido e, alguns meses mais tarde, estava ele, numa fila com mais de cem (100) concorrentes, se candidatando a uma das 10 vagas abertas numa empresa. Trabalhar sem alegria e sem disposição, certamente não traz felicidade. O filósofo chinês, Confúcio, disse: "Escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida." E uma frase atribuída à sabedoria popular diz: "Não venci todas as vezes que lutei, mas perdi todas as vezes que deixei de lutar."
Amigos leitores! Não pensemos no trabalho como algo negativo, mas sejamos gratos a Deus por podermos trabalhar e, assim, ter o nosso sustento e da família, e ainda e ajudarmos o nosso semelhante.
Concluo com um pensamento de Samuel Johson, pensador inglês: "O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário."
Deus nos conceda sempre a bênção, o privilégio de trabalhar. Não nos esqueçamos: O sofrimento é consequência do pecado que está em todos nós, mas Deus nos amou, e mandou Jesus ao mundo para pagar a nossa culpa, assim que, todo o que nele crê tem perdão e a certeza da vida eterna.

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...