ANO: 25 | Nº: 6308
08/05/2019 Fogo cruzado

Comissão deve votar medida que permite privatização da CGTEE

Foto: Divulgação/Eduardo Tavares

Empresa controlada pela Eletrobras tem sede em Candiota
Empresa controlada pela Eletrobras tem sede em Candiota
A comissão mista que analisa a Medida Provisória editada para viabilizar a privatização da Eletrobras deve votar, hoje, o relatório do deputado Julio Lopes, do Progressistas do Rio de Janeiro. O texto abrange seis subsidiárias, entre elas a Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE), que tem sede em Candiota. Se a lei for aprovada, a empresa será incluída no Programa Nacional de Desestatização.
O parecer do relator foi lido no dia 25 de abril, mas um acordo entre oposição e governo adiou a votação, para que os parlamentares pudessem analisar melhor as mudanças propostas pelo relator. Deputados e senadores da oposição criticaram o documento por considerarem que nada tinha a ver com o texto original encaminhado pelo Executivo.
A Medida Provisória 814, editada em 2017, é a terceira iniciativa do governo federal de alteração legal para possibilitar a venda da Eletrobras. O relatório sobre outra proposta de privatização da Eletrobras também deve ser apresentado hoje. O parecer do deputado José Carlos Aleluia, do DEM da Bahia, deve ser favorável ao governo.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...