ANO: 26 | Nº: 6590
14/05/2019 Cidade

Solicitada prorrogação de prazo para conclusão da Estação de Bombeamento

Iniciada há mais de 10 anos, a construção da Estação de Bombeamento de Esgoto (EBE) foi novamente paralisada por falta de recursos. O canteiro de obras já havia ficado parado por três anos, anteriormente, e só foi retomado no final do ano passado, com a garantia de prorrogação de prazo e previsão de entrega para abril deste ano.
A conclusão da EBE é primordial para garantir a implantação integral do projeto de saneamento que irá fazer com que Bagé alcance 80% de esgoto coletado e 59% tratado, índices superiores às médias nacionais. A EBE é responsável por conduzir o esgoto coletado em diversos bairros para a Estação de Tratamento Central, que já está concluída.
Em novembro de 2018, o então diretor do Departamento de Água, Arroios e Esgoto (Daeb), Volmir Silveira, esteve no Ministério das Cidades, em Brasília, onde solicitou a prorrogação de prazo para entrega da obra, a fim de garantir os recurso destinados à construção da estação de bombeamento. Ao obter o adiamento da data de entrega, conseguiu colocar o canteiro de obras novamente em movimento. Menos de seis meses depois, contudo, a construção paralisou novamente, por falta de recursos.
De acordo com informação da autarquia, através da assessoria de imprensa, não há previsão para retomada ou finalização da EBE, já que a Caixa Econômica Federal não disponibilizou os recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) necessários para a continuidade. Mediante a insuficiência financeira, o Daeb recorreu à Caixa solicitando nova prorrogação de prazo para conclusão. O valor orçado da construção da EBE, executada pela Yergata Montagens e Obras Ldta, é de R$ 3.557.254,39.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...