ANO: 25 | Nº: 6334

Marcelo Rodríguez

marcelo.errebe@gmail.com
Acadêmico de Jornalismo da Urcamp
17/05/2019 Caderno Ellas

Três Coroas, um mundo novo

Foto: Evandro Clivatti Dall'Agnol/Reprodução

por Marcelo Rodríguez
Acadêmico de Jornalismo da Urcamp

Esse é o lema do município de Três Coroas, na serra gaúcha, que fica a uns 470 km de Bagé. Hoje vamos continuar conhecendo alguns lugarzinhos especiais do nosso Rio Grande Sul. Com uma população de cerca de 26 mil habitantes, o município faz parte da microrregião de Gramado-Canela, no Vale do Paranhana. Seus primeiros colonizadores foram os alemães, que chegaram em meados do século XIX, mas os italianos e lusos também fazem parte da história.

Três Coroas é palco de uma diversidade cultural que impressiona por sua harmonia. As diversas etnias que buscam prosperar por lá produzem riquezas nas tradições, costumes, idiomas, gastronomia e traços arquitetônicos do município. Emoldurada por montanhas, Três Coroas se encontra na maior rota turística do Rio Grande do Sul, a Encosta da Serra Gaúcha. A distância até Porto Alegre não é muita, apenas 92 km, e até Gramado são apenas 20 km.


Templo Budista


Mergulhado em misticismo e tradições milenares, o Centro Budista Khadro Ling é um passeio obrigatório para quem visita Três Coroas. O primeiro impacto é causado pela visão quase mágica do majestoso templo vermelho, que passa a sensação de estar pairando sobre as nuvens. Localizado no alto das montanhas da Estrada de Águas Brancas, esse templo tibetano é o maior da América do Sul. O complexo pode ser visitado gratuitamente.


Museu Armindo Lauffer


O rico acervo de objetos e documentos que resgata a história da cidade foi coletado pelo historiador local Armindo Lauffer, que hoje dá nome ao museu, e é um dos mais completos do Rio Grande Sul sobre a colonização européia. Junto ao museu, está a Biblioteca Pública “Balduino Robinson”, com mais de sete mil livros e mais de 200 obras, como revistas, e coleções. O ingresso também é livre e gratuito.


Aventuras


O turismo voltado às aventuras encontra lugar fértil em Três Coroas. É possível fazer rafting pelas corredeiras do Rio Paranhana, repletas de obstáculos naturais. O município é conhecido, também, como “capital nacional da canoagem” e é reconhecido internacionalmente por esse esporte. A tirolesa é mais uma das aventuras que podem ser vividas por lá. Os praticantes podem dar um rasante de 200 metros sobre o Rio Paranhana, podendo contemplar a natureza de um ângulo diferente.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Outras edições

Carregando...