ANO: 26 | Nº: 6523
29/05/2019 Segurança

Cinco réus são condenados pela morte de pedreiro

Foto: Arquivo JM

Vítima foi morta a tiros em março de 2017
Vítima foi morta a tiros em março de 2017

 

Terminou, há pouco,  júri popular dos acusados de matar o pedreiro Jorge Luiz da Silva Vieira, de 43 anos, em março de 2017, na rua Avelino Marques Chaves.

O réu Adriano Henrique Padilha Sanhudo foi condenado a 15 anos de prisão, Cristian de Souza Ferreira a 16 anos, Flávio Portes Figueira a 12 anos, Guilherme da Rosa Domingos a 13 anos e Índio Vargas Porto a 16 anos de prisão, regime inicial fechado. Alisson Inacio Gonçalves Gonçalves foi absolvido.

Segundo a denúncia, a motivação decorreu de disputas por pontos de tráfico de drogas.

Relembre o caso

Por volta das 20h, do dia 4 de março de 2017, a vítima foi atingida com disparos de arma de fogo no rosto e no abdômen, em frente a uma residência, no bairro Estrela D’Alva. Segundo o registro da ocorrência, vizinhos teriam visto quando um veículo passou pelo local. No carro, estariam três pessoas suspeitas de efetuar os disparos. A esposa da vítima estava próxima no momento do crime. Ela informou que viu o veículo suspeito. A residência onde aconteceu o homicídio é um ponto conhecido de venda de entorpecentes.

A pedido a defesa, não foi permitido o registro de imagens dos réus durante o julgamento por parte da imprensa.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...