ANO: 25 | Nº: 6383
29/05/2019 Fogo cruzado

Fórum da Federasul debate prioridades regionais

Foto: Divulgação

Peruzzo, Pereira e Isoppo, durante evento que definiu ações prioritárias para região
Peruzzo, Pereira e Isoppo, durante evento que definiu ações prioritárias para região
A convite do vice-presidente da Federação das Entidades Empresariais do Rio Grande do Sul (Federasul), Região Sul e Campanha, Lindonor Peruzzo Júnior, e do diretor regional da entidade, Renê Isoppo, o secretário municipal do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Bayard Paschoa Pereira, participou do Fórum Federasul – O Rio Grande em Transformação. O evento ocorreu na sede da Associação Comercial de Pelotas, na semana passada, e contou com a presença de diversos secretários, gestores públicos, representantes de entidades empresariais e imprensa.
Na abertura do evento, a presidente da Federasul, Simone Leite, destacou que os encontros acontecem em oito macrorregiões do Estado, com o objetivo de definir 80 oportunidades prioritárias a serem apresentadas ao governador do Estado, Eduardo Leite, em outubro deste ano, no Congresso Estadual da Federação, que será realizado em Gramado, na Serra gaúcha. Ela ponderou, na oportunidade, a importância e a necessidade da participação político-cidadã como forma de aprofundamento das mudanças no Estado.
Bayard agradeceu o convite e cumprimentou a organização do evento, afirmando que o fortalecimento do empreendedorismo é a alternativa sensata que o País, o Estado e os municípios precisam percorrer. “Integramos o denominado Bioma Pampa, uma das regiões mais preservadas do mundo, precisamos avançar com sustentabilidade. Neste sentido é bom prestarmos atenção no Arranjo Produtivo Local (APL) do Alto Camaquã, como case regional reconhecido e que dialoga com essa premissa”, afirmou o secretário.
No encontro de Pelotas, foram debatidas as 10 prioridades da Região Centro Sul e Campanha que farão parte do documento final. Foram aprovadas a finalização da duplicação da BR-116; dragagem permanente do Porto de Rio Grande; ajuda às Santas Casas e conclusão do Hospital Regional de Pelotas; segurança pública (gestão, integração, monitoramento, inteligência); turismo (rotas com integração microrregional); educação empreendedora; pavimentação da RS-473 (São Gabriel – Bagé); término da duplicação da BR-392 (Rio Grande); suporte ao projeto de expansão de energia eólica na região; e benefício fiscal para indústrias de transformação e inovação na Metade Sul.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...