ANO: 25 | Nº: 6256

Viviane Becker

viviminuano@hotmail.com
Colunista social do Jornal Minuano, Viviane Becker é experiente jornalista de geral e conhecida editora do caderno de variedades Ellas.
31/05/2019 Caderno Ellas

A cidade mais italiana do Brasil

Foto: Divulgação

por Marcelo Rodríguez
Acadêmico de Jornalismo da Urcamp

Até 1880, a selva milenar permanecia intacta. Só indígenas percorriam as montanhosas paisagens, cobertas de imensos pinhais, de cujo fruto se alimentavam. Em 1886, foi fundada a sexta e última das chamadas "antigas colônias da imigração italiana", na margem direita do Rio das Antas, chamada de Antônio Prado, em homenagem ao ministro da Agricultura da época, que promoveu a vinda dos italianos ao País. Hoje, vamos conhecer um pouco da "cidade mais italiana do Brasil", que fica a 540 km de Bagé, na Serra Gaúcha.

Com uma população de pouco mais de 13 mil habitantes, Antônio Prado é o município com o maior e mais completo conjunto arquitetônico da colonização italiana no País, tendo 48 imóveis do centro urbano tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, desde a década de 1980. Outros imóveis, na zona rural, também sobrevivem ao tempo e se revestem de grande valor histórico e arquitetônico. A cidade serviu de cenário para o filme "O Quatrilho", em 1995, a segunda produção brasileira a ser indicada ao Oscar.

Atrativos

O turismo em Antônio Prado é baseado na história, nos produtos coloniais e na fé. Entre os atrativos relacionados à história está a Casa da Neni. Nesse local funcionava, em um primeiro momento, uma ourivesaria e, posteriormente, um bazar famoso na localidade. Foi a primeira casa a ser tombada e é símbolo do patrimônio histórico do município. Atualmente, abriga a Central de Informações ao Turista e o Museu Municipal, tendo objetos e peças que contam o modo de viver das famílias da época.

A Casa de Artesanato é o local dedicado a essa atividade tão tradicional de Antônio Prado, na qual se destacam os trabalhos de crochê, macramé, bainha aberta, crivo e frivoletê. Também se destacam artesanias com a palha de milho e com a dressa (trança da palha de trigo). A "Casa del Toro" é outro dos locais de destaque da cidade. Ela também está inserida em um prédio tombado, conhecido como "Cabeça de Vaca", e é possível encontrar produtos, gourmet, temperos, especiarias, queijos, cervejas artesanais, entre outros.

Por outro lado, duas escadarias ligam o centro histórico às proximidades da Gruta Natural. Por lá, 25 capitéis simbolizam a devoção religiosa da comunidade pradense. A Gruta Natural Nossa Senhora de Lourdes abriga, desde 1930, a imagem da padroeira do município. Há, também, um campanário em madeira, construído em 1940. O Santuário de Madona de Monte Bérico e a Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus, que impressiona pela semelhança com o "Santuario di Monte Berico" (Vicenza, Itália), também fazem parte do roteiro de fé.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Outras edições

Carregando...