ANO: 25 | Nº: 6332
03/06/2019 Cidade

Empresa adquire primeiro equipamento de combate a incêndio de Aceguá

Foto: Antônio Rocha

Carreta está disponível para a população
Carreta está disponível para a população

O posto de combustível mais antigo de Aceguá completou 67 anos no sábado. Como forma de retribuição ao município, a empresa adquiriu um carro-tanque de combate à incêndio, que será disponibilizado para uso comum à população. O equipamento tem capacidade para quatro mil litros e está disponível na empresa.
De acordo com um dos proprietários da empresa, João Sidnei Ricardo, o posto, que é uma empresa familiar, foi adquirido pelo pai de sua esposa, Liliana Correia Ricardo. Ele salienta que o sogro iniciou trabalhando para os antigos proprietários e, posteriormente, entrou como sócio. “Há 21 anos, estamos à frete da empresa”, conta.
Ricardo ressalta que o combate aos incêndios era uma preocupação da família, visto que apenas no último ano foram mais de cinco sinistros e não havia equipamento na cidade. “As pessoas perderam tudo que tinham porque os incêndios eram socorridos por vizinhos, que possuíam apenas baldes e mangueiras”, enfatizou.
O empresário comenta que a administração planejava a compra há dois anos, Agora, o equipamento chegou”, disse. Ricardo destacou que a carreta é de fácil manejo, basta engatar em um reboque.
Segundo ele, a disponibilidade é para qualquer morador, tanto do lado brasileiro como uruguaio. O empresário ainda destacou que será realizado um treinamento para que as pessoas aprendam a manejar o equipamento.
Aceguá não tem unidade do Corpo de Bombeiros. O cliente e amigo Marlon Tort, que tem uma empresa de pneus do lado uruguaio da fronteira, considerou a compra do tanque de combate à incêndio ótima. Para ele, o poder público está omisso diante desse tipo de fatalidade. “Foi necessário que uma pessoa realizasse o investimento em prol da comunidade”, argumenta.
O posto Aceguá também foi pioneiro no município a implantar placas solares. No ano passado, a empresa investiu na tecnologia e instalou mais de uma centena painéis fotovoltaicos em toda a extensão do telhado do posto. Foram investidos cerca de R$ 200 mil. Além da empresa investir na energia limpa, há uma preocupação em plantar árvores no entorno e manter o ambiente agradável. O posto mantém a parceria com a Ipiranga, que tem a preocupação com a sustentabilidade.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...