ANO: 25 | Nº: 6254

Viviane Becker

viviminuano@hotmail.com
Colunista social do Jornal Minuano, Viviane Becker é experiente jornalista de geral e conhecida editora do caderno de variedades Ellas.
07/06/2019 Caderno Ellas

Maxi blazer

Foto: Reprodução JM

por Janine Pinto

A história do blazer feminino remonta à década de 1920, quando Coco Chanel incluiu a peça no guarda-roupa de mulheres. Coco queria fazer roupas para mulheres contemporâneas chiques,mas ao mesmo tempo, confortáveis. Assim, nessa época, o blazer era usado com saias pregueadas, camisas e gravatas, uma clara referência ao guarda-roupa masculino. O criador Yves Saint Laurent foi o responsável pelo retorno do blazer, ao lançar, em 1966, o “Le Smoking”. Ao longo dos anos,a peça se reinventou. Na década de 1980, por exemplo, a moda era usar o blazer com ombreiras grandes, que marcavam os ombros. Esse blazer com um perfume da década de 80 está de volta. Chama-se, agora, blazer oversized, com cortes retos e uma pegada colegial dominaram as passarelas de Carolina Herrera, Calvin Klein, Tibi, Hugo Boss e R13. Às vezes, engomado, outras, com uma vibe mais despojada, a peça é versátil, surgindo como a melhor opção para compor as produções de todos os tipos. Ao lado de bermudas, vestidos e minissaias, é o elemento da vez e aparece, também, com cintura marcada.

Dicas

*O blazer alongado permite milhões de possibilidades - com minissaia, bermuda, saia midi, puro no corpo - só abotoado, com vestido longo. Explore as possibilidades sem medo.

* Tem certo pudor de gastar rios de dinheiro com uma peça nova? Procure os brechós. Garanto que vai encontrar blazers lindos bem 'oitentinha' por preços incríveis!

* Achou careta? O truque é dar um ar mais cool, com peças descoladas embaixo, ou sapatos e botas pesadões, camiseta podrinha.

* A moda está mais para over, mas se achar volumes exagerados, contrabalance com calça fuseau e uma malha de lã básica mais alongada.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Outras edições

Carregando...