ANO: 25 | Nº: 6282
07/06/2019 Cidade

"Urcamp Portas Abertas" começa recebendo estudantes da Educação Infantil

Foto: Chrystian Ribeiro/Ascom

Visitantes conheceram laboratórios da Instituição de Ensino Superior
Visitantes conheceram laboratórios da Instituição de Ensino Superior
O que você quer ser quando crescer? A pergunta inevitável, que em algum determinado momento da vida nutre nossa expectativa, pode começar a ampliar o horizonte de um estudante de cinco anos, por exemplo. E se unir algumas profissões, de uma maneira lúdica, divertida e atraente, o entendimento do pequeno pode ficar ainda mais amplo. Ele enxerga a Instituição de Ensino Superior, com seu olhar infantil, mas sabendo que, ali, se formam pessoas que irão trabalhar dentro das suas aptidões, com aquilo que vai lhes dar dignidade e independência financeira. Parece complexo para uma criança, mas ela consegue ver muito além do que, às vezes, pode se imaginar.

Pensando assim, a Urcamp, antes de abrir suas portas com visitas guiadas aos estudantes do Ensino Médio, resolveu começar pelos pequenos. Iniciar pela base do ensino. E nessa primeira ação, desencadeada na quarta-feira, se constatou a grande interação que os alunos da Educação Infantil tiveram com a Instituição. Os primeiros a visitarem as instalações novas, remodeladas e ampliadas, dentro do projeto "Urcamp Portas Abertas", foram os alunos do Colégio Franciscano Espírito Santo, num total de 96 crianças. Acompanhados pelos seus professores, uma equipe da Urcamp se revezou nas apresentações de alguns setores, laboratórios e reitoria.

O roteiro pela Instituição começou pela Brinquedoteca, que é uma extensão do curso de Pedagogia. Eles puderam interagir com a professora Josefa Souza, profissional com larga experiência na formação de pedagogos. Com materiais recicláveis, as crianças conheceram alguns brinquedos produzidos pelos acadêmicos e se divertiram com o vai e vem e a tradicional peteca, dentre outros utensílios criados para embasar a formação de futuros professores.

Em seguida, foram conduzidos ao Laboratório de Ciências Biológicas. Ali, tiveram contato com um universo onde a biodiversidade é o elemento principal. Também conheceram bichos empalhados, que servem para estudo, como um extenso material com amostragens de insetos, invertebrados, cobras, aranhas e puderam até pesquisar com a utilização do microscópio.

Em meio a esse olhar novo, uma pausa para conhecer a reitora. Os estudantes foram recebidos pela professora Lia Quintana, que fez questão de ouvir, dos jovens, questionamentos sobre tendências das futuras profissões. Para retribuir a visita, ela presenteou os pequenos com a distribuição de balas.

No Laboratório de Nutrição e Gastronomia, as quatro turmas foram recebidas pelas nutricionistas Mônica Palomino de Los Santos, que coordena o curso de Nutrição, e Reni Rockenbach. Elas explicaram a importância dos alimentos e classificaram cada categoria numa pirâmide, como forma de facilitar a compreensão e o balanceamento certo de cada um, numa dieta saudável. Depois, eles degustaram um bolo preparado pelos estudantes da Urcamp.

O desfecho foi no Laboratório do curso de Farmácia, onde foram conduzidos por acadêmicos e professores. Os farmacêuticos e docentes da Urcamp, Patrícia Albano Mariño e Rafael Reis, revezaram-se em dois momentos: um sobre a explicação de como se processam e são produzidos os medicamentos, e outro focado no estudo e na pesquisa, algo sempre estimulado dentro da graduação.

O Urcamp Portas Abertas terá continuidade, com visitas guiadas dentro da Instituição e suas extensões até o final do ano, com agendamentos prévios por parte das escolas de âmbito público e privado.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...