ANO: 25 | Nº: 6256

José Artur Maruri

josearturmaruri@hotmail.com
Colaborador da União Espírita Bajeense bagespirita.blogspot.com.br
08/06/2019 José Artur Maruri (Opinião)

A Educação e o Testemunho


"Mas recebereis poder, quando Espírito Santo vier sobre vós, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria, até aos confins da Terra". (Atos 1:8)
Dias atrás, enquanto conversávamos sobre as agruras de estarmos reencarnados na era terceira revolução industrial, do apelo ao consumo desenfreado, à comercialização do que não é necessário, do ter em detrimento do ser, verificamos o quão valorosos são os irmãos que se encontram dia após dia em testemunho do Evangelho de Jesus.
E é muito bom saber que esses irmãos se encontram nas mais variadas seitas, filosofias ou religiões, porque independentemente de sua vertente religiosa, seus corações foram marcados pela palavra do Cristo Jesus e suas lutas diárias são transformadas em verdadeiras missões em prol do amor e da caridade.
No entanto, o Espiritismo, o "consolador prometido" nas palavras do próprio Mestre Jesus, a "terceira revelação divina" nas palavras do codificador Allan Kardec, traz para os nossos dias, através da mediunidade de Francisco Cândido Xavier, as palavras do Espírito Emmanuel, benfeitor espiritual que recebeu a missão de reviver o cristianismo dos primeiros dias após a partida de Jesus, o "cristianismo redivivo".
Nessa linha, com as visões aclaradas pelas palavras de Emmanuel, podemos observar com acuidade onde se encontra o verdadeiro testemunho, senão vejamos:
"(...) para desempenharmos a tarefa de representas do Senhor na obra sublime de elevação, não basta o título externo, com vistas à escola religiosa. Indispensável é a obtenção de bênçãos do Alto, por intermédio da execução de nossos deveres, por mais difíceis e dolorosos".
"Não há dúvidas que Jesus é o Salvador do Mundo, mas não libertará a Terra do império do mal sem a contribuição daqueles que lhe procuram os recursos salvadores", refere o benfeitor espiritual de Chico Xavier.
Portanto, "é impraticável o aprimoramento das almas, sem educação, e a educação exige legiões de cooperadores", completa Emmanuel.
Dessa forma, a Federação Espírita do Rio Grande do Sul, muito bem intuída por sua Direção Espiritual, acerta em cheio no tema do 10º Congresso Espírita do Rio Grande do Sul que se realizará entre os dias 11 e 13 de outubro, no Complexo da PUC, em Porto Alegre: "Educação com Jesus: a Conquista do Reino de Deus".
Aliás, o objetivo geral do Congresso Espiritual Gaúcho não deixa dúvidas com relação ao comprometimento do Espiritismo com a educação:
"Sensibilizar e estimular os participantes à compreensão da educação como sendo a obra redentora de Jesus para a humanidade, o caminho cuidadosamente apresentado por Ele para a conquista do reino de Deus através da transformação dos nossos hábitos e relações".
Como o próprio Emmanuel ressalta, "até agora, conhecemos à saciedade, na Terra, o poder de dominar, governar, recusar e ferir, de fácil acesso no campo da vida. Raras criaturas, porém, fazem por merecer de Jesus o poder celeste de obedecer, ensinando, de amar, construindo para o bem, de esperar, trabalhando, de ajudar desinteressadamente".
Enfim, se não trabalharmos pela nossa própria educação, para que recebamos os recursos referidos pelo Espírito Emmanuel, os quais irão nos identificar como Trabalhadores Divinos, podemos colocar-nos como excelentes pregadores, brilhantes literatos ou notáveis simpatizantes do cristianismo, mas não poderemos ser, efetivamente, testemunhas de Deus.
(Referências: Pão Nosso. Cap. 173. "O Evangelho por Emmanuel". Comentários aos Atos dos Apóstolos. Coordenação de Saulo Cesar Ribeiro da Silva. Editado pela Federação Espírita Brasileira no ano de 2017. p. 28)

José Artur M. Maruri dos Santos
Trabalhador da União Espírita Bajeense
Comente: josearturmaruri@hotmail.com

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...