ANO: 26 | Nº: 6495
08/06/2019 Cidade

Preço médio da gasolina cai R$ 0,19 em Bagé

Foto: Tiago Rolim de Moura

Percentual anunciado pela Petrobras foi de 7,2%
Percentual anunciado pela Petrobras foi de 7,2%
A redução do valor da gasolina, desencadeada por uma baixa na tabela de preços nas refinarias, já repercutiu em postos de combustíveis em Bagé. No dia 31 de maio, a Petrobras anunciou a queda de R$ 0,1399 por litro no valor médio às distribuidoras no País. Com isso, segundo levantamento feito ontem, Bagé contabilizou uma queda de R$ 0,19 nas bombas. O percentual de diminuição foi de 7,2%

No dia 31 de maio, a gasolina comum podia ser encontrada em Bagé, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo (ANP), entre R$ 5,39 e R$ 5,23, uma média de R$ 5,35. Ontem, a mesma apuração apontou que a média era de R$ 5,16. O valor máximo encontrado foi de R$ 5,42 e o mínimo de R$ 4,95.

Política de preços

Segundo a Petrobras, a política de preços para a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais desses produtos mais os custos que importadores teriam, como transporte e taxas portuárias, por exemplo. "A paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos. Além disso, o preço considera uma margem que cobre os riscos (como volatilidade do câmbio e dos preços)", explicou a estatal.

A Petrobras destacou, também, que a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras são diferentes dos produtos no posto de combustíveis: "São os combustíveis tipo A, ou seja, gasolina antes da sua combinação com o etanol e diesel também sem adição de biodiesel. Os produtos vendidos nas bombas ao consumidor final são formados a partir do tipo A misturados a biocombustíveis. Os preços que divulgamos aqui se referem aos produtos tipo A".

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...