ANO: 26 | Nº: 6554
19/06/2019 Esportes

Um raio-X do Gaúcho

Foto: Matheus Beck/EspecialJM

Clube jogou série D nacional
Clube jogou série D nacional
Um time que pensa como time grande, mas que não consegue se livrar da amarga da Terceirona. Essa é a situação que tem envolvido o Gaúcho de Passo Fundo, adversário direto do Guarany, na semifinal e por vaga na Divisão de Acesso de 2020. O confronto de ida, na Arena BSBios, será às 11h de domingo, em vez das 15h, conforme tinha sido marcado anteriormente. Muitos "simpatizantes" da Terceirona lamentam, inclusive, que as duas equipes tenham se deparado antes da final e, ainda por cima, que somente um conseguirá o tão almejado Acesso.
Na reta final da primeira fase, o Gaúcho passou por alguns sustos. Conforme o repórter da Rádio Planalto, de Passo Fundo, Cristian Queiroz, a derrota para o Brasil e a dificuldade contra o Nova Prata, aliada à eliminação na série D do Brasileiro, causou um clima de desconfiança em Passo Fundo. "Agora, a classificação contra o Sapucaiense (nas quartas de final) deu um alívio, mostrando que o Gaúcho tem condições de brigar pela vaga. É uma direção que tem investido muito para isso", ressalta.
Nesta primeira fase da Terceirona, o Gaúcho teve que dividir suas atenções com a série D nacional, cuja participação foi viabilizada mediante vice-campeonato na Copa Wianey Carlet, no segundo semestre de 2018. Entretanto, Queiroz enfatiza que, desde o início do trabalho, o discurso adotado era de que o principal objetivo era a Terceirona. "A série D era encarada como uma forma de visibilidade nacional, mas o elenco e o investimento foi feito olhando para a terceira divisão. Mas, mesmo assim, o Gaúcho fez bons enfrentamentos contra o Brusque e o Boavista, que possuem folha salarial quase seis vezes maior e que contavam com jogadores consagrados. O Boavista, por exemplo, tinha o Juan, ex-Flamengo, e o Tartá, ex-Fluminense. A eliminação em si não atrapalhou; o que pode ter prejudicado foi a sequência de jogos, pois o Gaúcho era o único time que atuava na quarta e no domingo", argumenta.
Em 2016, o Gaúcho bateu na trave, perdendo justamente para o Guarany, na final. Em 2017, com menos investimento, a equipe não foi bem. Em 2018, era o favorito a subir, porém, acabou sendo eliminado por escalação de jogador irregular. Sob o comando do técnico Fabiano Borba, em 2019, o clube possui um elenco de quase 30 jogadores, com destaques para o goleiro Willian Lago, o meia Adílson, a dupla de zaga Erick e Bruno, além dos atacantes Matheus Paulista e Dimitry. "Depois que o clube foi eliminado por causa da escalação, mudou toda a diretoria. Entraram novas pessoas para a Copinha. E, agora, foi feito um investimento forte para subir", finaliza.

CAMPANHA

1ª FASE
Gaúcho 4x0 Nova Prata
Brasil-FA 1x0 Gaúcho
Gaúcho 3x0 Cruz Alta
Gaúcho 3x2 Santa Cruz
Santo Ângelo 1x3 Gaúcho
Gaúcho 1x1 Santo Ângelo
Santa Cruz 0x1 Gaúcho
Cruz Alta 0x1 Gaúcho
Gaúcho 0x1 Brasil-FA
Nova Prata 2x3 Gaúcho

QUARTAS DE FINAL
Sapucaiense 0x0 Gaúcho
Gaúcho 1x0 Sapucaiense

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...