ANO: 25 | Nº: 6404

Viviane Becker

viviminuano@hotmail.com
Colunista social do Jornal Minuano, Viviane Becker é experiente jornalista de geral e conhecida editora do caderno de variedades Ellas.
20/06/2019 Caderno Ellas

"O Renascer do Patrimônio"

Foto: Reprodução JM

A exposição fotográfica "O Renascer do Patrimônio", está aberta à comunidade, de terça-feira a domingo , a partir das 14h, na Capela de Santa Thereza. A mostra permanecerá em exposição durante os meses de junho e julho voltando o olhar da comunidade para o que foi feito por Santa Thereza, nos últimos 20 anos, pelas mãos de inúmeros voluntários, pessoas da comunidade que continuam lutando para manter vivo, o rico patrimônio arquitetônico que existe no local.  A idealizadora desse grandioso projeto, foi Ierece Belmonte Moglia, que faleceu antes e ver seu sonho realizado e o complexo erguido.

Criação da Associação Pró-Santa Thereza

A Associação Pró-Santa Tereza foi fundada no mês de setembro de 2003, tendo como finalidade a restauração e preservação do patrimônio histórico e meio ambiente do bairro Santa Thereza, bem como apoiar e incentivar as atividades culturais e sociais daquela comunidade.

Suas atividades, porém, começaram muitos anos antes, sob outro nome "Associação Pró Cenarte, entidade que apoiava o Centro de Artes, um organismo da Urcamp que fazia a relação instituição/comunidade, e que por 20 anos funcionou  com oficinas de pintura, escultura, música, cerâmica, coral, fotografia, papel artesanal, projeto Ecoarte, todas ações abertas para comunidade sem exigência de currículo, assim descobrindo artistas e  revelando talentos.

 O Cenarte assim como o Pró-Cenarte foram sumariamente extintos em março de 2002, como medida de economia, deixando perplexo o grupo de trabalho de Santa Thereza. Sem suporte jurídico, sem a universidade , o esquema foi desestruturado já que a capela pertencia à Urcamp em comodato, voltando assim, aos cuidados do Bispado.

Dessa forma, surgiu a necessidade de criar uma nova associação. Isso explica o hiato na relação de obras em 2002/2003, quando teve início, todo o processo de restauração da capela e criação do complexo.

Conquistas:

- Lei municipal 3534/99 Declarar Patrimônio Histórico do Município Igreja de Santa Thereza, localizada no mesmo bairro. Em 10/07 de 2001 prefeitura designa membros da para comissão especial de Revitalização do Complexo de Santa Thereza tendo como presidente a idealizadora do projeto, Ierece Belmonte Moglia.

- O complexo de Santa Thereza em Bagé passa ser Patrimônio Cultural do Estado do Rio Grande do Sul na Lei número 33/2002.

- A fundação da nova associação acontece em setembro de 2003 sobre inscrição 060 29 935/001_87.

- A utilidade pública da Associação pró-Santa Thereza vou vaidade no projeto de Lei número 037/04 de 24 de março de 2004.

_____________________

 

Patrimônio Renascido

"Havia vozes, perfume na magnólia

um solar, uma cidade,

 e o cheiro ardido de sal.

Depois o imenso silêncio do abandono

Então se ergueu uma pedra

outra e mais outra e

um teatro renasceu em luz

e do frio descampado

 surgiu o largo da cidadania e

da memória o varal de charque e

o sonho da arte

Mas foi a capela histórica

bela e ferida

em seu gemido solitário e agudo

que acordou coração da história

mulheres lavaram seus cabelos de barro

 curados foram seus vitrais partidos

 e o corpo de madeira machucado.

Os sinos tocaram

nos ajoelhamos e louvamos o templo renascido

por todas as horas de nossos dias

na paisagem corredores  de palmeira se ergueram

sorrindo acolhimento ao longo do entardecer de Bagé

e dos trens que vem e vão como a vida

no largo tapete espera o povo

pra viver o patrimônio renascido

Entre o céu e a terra desse sul de mundo

o milagre se faz e refaz

Quem poderá apreendê-lo?"

 

* Elvira Nascimento

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Outras edições

Carregando...