ANO: 25 | Nº: 6401
25/06/2019 Cidade

Município prepara legislação para recolher veículos abandonados em vias públicas

Foto: Tiago Rolim de Moura

Duas Caravans estão abandonadas em frente à CEEE
Duas Caravans estão abandonadas em frente à CEEE

A dificuldade de encontrar vagas de estacionamento tem sido um dilema constante na região central da cidade. E muito além da disputa por um local demarcado, a situação piora com um fato incomum: alguns veículos que foram abandonados nas margens das vias, tendo se transformado em sucatas, com o tempo, também acabam limitando os espaços disponíveis. A legislação de trânsito, aliás, não prevê o recolhimento desses carros e somente o município pode, então, resolver a situação.

Para isso, a Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana (SSM) está elaborando uma legislação específica, que prevê multa e recolhimento destes veículos. Conforme o titular da pasta, Luis Diego Soares, na atualidade, a não ser que esteja cometendo infração de trânsito ou que o veículo não esteja regularizado, o município não pode fazer nada. "Não podemos intervir nas sucatas. Estamos, porém, organizando um espaço para levar esses veículos", confirmou.

Entre os exemplos de veículos abandonados a situação é a mesma. Pneus vazios, lataria e placa enferrujada e a falta de peças são algumas das características dessas sucatas que estão em diversos locais de Bagé, inclusive no centro. Em muitos casos, os automóveis ocupam espaço nas vias públicas, em áreas destinadas para vagas de estacionamento ou na frente de prédios e estabelecimentos comerciais.

Na avenida Marcílio Dias, próximo ao Hospital Universitário, frente ao numero 769, por exemplo, um Kadett Turim, batido, está abandonado no local há mais de um ano. O carro está todo aberto e com as partes traseira e dianteira amassadas.

Outro exemplo pode ser encontrado em frente à Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE). Duas Caravans estão estacionadas no local tirando vagas de veículos com emplacamentos em dia. O município ainda não fez levantamento de quantos carros estão nesta situação, mas, mesmo assim, reconhece a existência deles e, portanto, busca mobilizar uma solução.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...