ANO: 25 | Nº: 6400

Norberto Dutra

redacaominuano@gmail.com
Pastor e presidente da Igreja Assembleia de Deus de Bagé Doutor em Divindade
29/06/2019 Norberto Dutra (Opinião)

Por uma questão de sobrevivência espiritual

Porque, assim como o corpo é um e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também. Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito. Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos. Se o pé disser: Por que não sou mão, não sou do corpo; não será por isso do corpo? E, se a orelha disser: Por que não sou olho, não sou do corpo; não será por isso do corpo? Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato? Mas, agora, Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis. E, se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo? Agora, pois, há muitos membros, mas um corpo. E o olho não pode dizer à mão: Não tenho necessidade de ti; nem ainda a cabeça, aos pés: Não tenho necessidade de avós. Antes, os membros do corpo que parecem ser os mais fracos são necessários. E os que reputamos serem menos honrosos no corpo, a esses honramos muito mais; e aos que em nós são menos decorosos damos muito mais honra. Porque os que em nós são mais honestos não tem necessidade disso, mas Deus assim formou o corpo, dando muito mais honra ao que tinha falta dela, para que não haja divisão no corpo, mas, antes, tenham os membros igual cuidando uns dos outros. De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele. Ora, vós sois o corpo de Cristo e seus membros em particular. ( 1 Coríntios 12.12-27) Entende-se por corpo o conjunto de membros interdependentes. As partes que o compõem não são cópias idênticas umas das outras, se assim fosse, de que forma o reconheceríamos como tal? Deus dispôs os membros do corpo como quis, dando a cada um uma função específica, para que todos juntos servisse e cuidasse da sobrevivência do próprio corpo. Se um membro sofre, todos sofrem. Na igreja, o Corpo de Cristo, não há espaço para a autofagia ou para o autoflagelo. Se somos de Jesus, se fomos batizados em Seu nome, se bebemos do mesmo Espírito, precisamos evidenciar honra, respeito e cuidados mútuos; afinal, o Filho de Deus, por meio do Seu sangue, não reuniu em vão aqueles que andavam dispersos pelo mundo. Sem esta disposição de amor, nenhum Corpo será aparente para a glória do nome de Deus. Não nos esqueçamos de que somos membros do corpo de Cristo, e membro fora do corpo não subsiste. Se nos mantivermos isolados, pereceremos, não cumpriremos nossa missão e demonstraremos que não somos discípulos de Cristo. Um verdadeiro discípulo de Cristo faz novos discípulos. Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. (Mateus 28.19) Precisamos nos lembrar a todo instante de que Jesus deu ordens aos Seus discípulos para anunciarem as boas-novas de salvação a todas as nações. Esse é o motivo de a Igreja empreender em ações evangelísticas. Você, prezado leitor, não pode ser um "agente secreto" do Reino de Deus; não pode trabalhar em uma empresa e não anunciar a mensagem de vida eterna; não pode interagir com outras pessoas sem manifestar que é um discípulo de Cristo. Muitas pessoas estão esperando por uma palavra sua, seja no lugar em que você trabalha, mora, compra ou vende. Coloque-se como um instrumento para mudar a vida de pessoas, de famílias, de cidades e de nações. Discípulo faz discípulo! Deus abençoe até o próximo final de semana! Amém.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...