ANO: 25 | Nº: 6405
02/07/2019 Segurança

Júri condena um dos três réus por morte de adolescente em 2015

Foto: Divulgação

Bruno Teles Nunes foi sentenciado a 12 anos de prisão pelo assassinato de Alex Sandro da Silva Júnior
Bruno Teles Nunes foi sentenciado a 12 anos de prisão pelo assassinato de Alex Sandro da Silva Júnior

Bruno Teles Nunes foi condenado a 12 anos de prisão, em regime fechado, sem direito a recorrer em liberdade, pelo júri popular, no Fórum da Comarca de Bagé, realizado na manhã desta terça-feira, pela morte de Alex Sandro da Silva Júnior, de 17 anos, ocorrido no dia 31 de janeiro de 2015, na avenida São Judas Tadeu. Os outros dois réus foram absolvidos.

Em depoimento, durante a audiência, o condenado disse que no dia do fato estava andando de bicicleta na avenida São Judas Tadeu, próximo ao CTG Sentinela da Fronteira, quando se deparou com a vítima e outro homem, ambos andando a cavalo. "Eu que matei ele, tínhamos desavenças anteriores. Ele queria me pegar, os outros dois réus não têm envolvimento no fato. Eu vi ele e dei um tiro e, depois, saí do local", explicou.

Nunes ainda destacou que ele estava indo em direção ao bairro Morgado Rosa e eles vinham no sentido contrário. "Ele estava com outro homem na garupa do cavalo, ele vinha na frente, eu só vi e atirei, não tinha nenhum carro próximo. Como ele queria me matar, eu atirei", concluiu.

O outro réu, Lucas da Silva Lima, contou que não tinha envolvimento, não conhecia a vítima e não tinha nada contra o mesmo. "Eu estava foragido desde o dia 31 de dezembro de 2014, pelo homicídio do meu padrasto. Fui preso somente no dia 17 de abril. Fui para Rio Grande depois desse fato, não estava no dia que isso aconteceu. Fiquei sabendo que isso tinha ocorrido, mas não estava no local", relatou.

O réu Rafael Morales Silveira, por sua vez, durante o interrogatório, afirmou que nunca teve um gol branco - na denúncia constava que ele estava neste veículo. "Eu não conheço nenhum deles, não tenho relação com os réus e nem estava, neste momento, no local", complementou.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...