ANO: 25 | Nº: 6403
04/07/2019 Cidade

Mostra de Projetos Integradores da Urcamp será concluída hoje

Foto: Chrystian Ribeiro/Ascom

Iniciativa desenvolveu itens para prática de badminton na Casa da Menina
Iniciativa desenvolveu itens para prática de badminton na Casa da Menina
Em três noites de apresentações, o Salão de Atos da Urcamp, em Bagé, tem se mantido repleto de alunos, professores, mentores e visitantes, além de pessoas da comunidade que se interessam pelos projetos desenvolvidos pelos acadêmicos. O nível de excelência dos trabalhos, conforme a organização, tem sido a grande referência desta primeira edição.
Um projeto que reproduz uma passarela, em formato de cobra, para identificar o monstro da Panela do Candal, chamou a atenção. O percurso tem vista para o Museu Dom Diogo de Souza e a Catedral de São Sebastião. Para montar esta estrutura, em 3D, com as devidas medidas e o material a ser utilizado, os alunos do primeiro módulo do curso de Arquitetura e Urbanismo mergulharam na lenda de Pedro Wayne e do livro. Então, projetaram um cenário real, totalmente viável de ser implantado. Da área para a Engenharia Civil, os trabalhos parece que se complementaram. Um grupo assumiu quatro construções da cidade cenográfica de Santa Fé e trabalhou, em detalhes, para projetar o restauro de cada um deles, com o orçamento completo da obra.
Se a área é Informática e Tecnologia de Informação, é possível citar um trabalho de mineração ao banco de dados do Hospital Universitário. Uma radiografia completa sobre o perfil dos pacientes, o tipo de doença que mais motiva internações, medicações mais utilizadas. O projeto integrador vai auxiliar a delimitar ações para o Hospital da Urcamp.
Num total de 180 projetos executados, 50 dos trabalhos que mais se destacaram estão integrando essa mostra, que reúne 16 cursos da Graduação I. Os temas são os mais variados e englobam trabalhos que foram demandados por empresas, instituições, associações e prefeituras. A estudante Creuza Mari Gonzalez, da Pedagogia, participou do grupo que criou cinco tipos de jogos para alunos do Caminho da Luz, com foco ao estímulo do raciocínio e no desenvolvimento motor. "A Graduação I nos traz uma nova forma de aprender. Tivemos que pesquisar muito, e isso nos deu aprendizagem prática e uma grande integração e troca entre os grupos", destacou a aluna.
Já o acadêmico Erik Martirena, da Educação Física, projetou, com seu grupo, a implantação do Badminton como esporte integrador na Casa da Menina. Os estudantes criaram raquetes e petecas, com material reciclável, e levaram o esporte para ser desenvolvido na entidade. "A prática acrescentou muito, foi proveitoso, nos trouxe uma grande experiência", argumentou ele.
A Mostra atraiu visitantes e convidados, como o vice-reitor da Universidade de Santa Cruz (Unisc), professor Rafael Henn, que veio da região do Vale do Rio Pardo especialmente para conhecer os projetos. E disse ter ficado surpreso com o que viu. "Nessa noite de hoje, poder ver o que os alunos estão fazendo é encantador. Eu estava, agora, pensando numa palavra que pudesse resumir essa noite. Eu estou impressionado. Ver alunos de vários cursos do primeiro semestre totalmente integrados com a sua área de ensino, com a sua área de profissão posterior, é algo realmente impressionante", destacou.
A 1ª Mostra de Projetos Integradores encerra hoje, dia 4, no Salão de Atos da Urcamp.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...