ANO: 25 | Nº: 6308

Viviane Becker

viviminuano@hotmail.com
Colunista social do Jornal Minuano, Viviane Becker é experiente jornalista de geral e conhecida editora do caderno de variedades Ellas.
05/07/2019 Caderno Ellas

Vamos montar um quebra-cabeça?

Foto: Reprodução JM

Poucos sabem, mas o ato de montar quebra-cabeça promove relaxamento, ajuda a ter mais agilidade, contribui para a vida social, exercita  o raciocínio e melhora a coordenação motora. 

Os jogos em geral estão entre os recursos didáticos mais eficazes para o desenvolvimento cognitivo, sobretudo na infância, mas os benefícios também ocorrem na idade adulta.  

Esse jogo é usado como passatempo mas o fato é também promove uma  verdadeira ginástica cerebral e, melhor, pode ser montado por todas as idades, atraindo a família toda para a diversão.

A montagem de um quebra-cabeça, por passatempo ou por hobby, traz momentos de alegria a cada peça montada. E a sensação de ter cumprido um desafio gera uma satisfação inigualável.

Na realidade, os quebra-cabeças destinados ao público adulto, têm muito mais peças do que aqueles que costumamos ver os nossos filhos montando em casa. Alguns possuem 500, 1000, 2000, 4000 e até 6000 peças.

O desafio é tão grande que chegar ao fim da montagem, que pode durar dias, é a meta de todos que se propõem a montar um quebra-cabeça. Além da satisfação da montagem, dependendo da escolha ele poderá formar uma linda imagem para decorar a sua casa. Basta colar as peças espalhando cola branca com pincel ou uma espátula e esperar secar. Depois, é só emoldurar. Use a criatividade e aproveite essa dica.

São inúmeros os benefícios

Desenvolve habilidades sociais, pois pode ser montado com a presença de outra pessoa. Simula situações competitivas e/ou colaborativas, além de desenvolver capacidade de relacionamento interpessoal.

-  O cérebro precisa de estímulos variados para desenvolver suas habilidades.

 1- Quebra-cabeça estimula o cérebro

2- Quebra-cabeça é bom para a memória

3- Quebra-cabeça desenvolve a coordenação motora

4- Quebra-cabeça provoca a interação social

5- Quebra-cabeça fomenta a percepção

 

Origem

 De acordo com o loja de brinquedos ‘Cia Brink’, não há uma origem exata, mas já se sabe que na antiga China já existia o Tangram que era nada mais nada menos do que sete grandes peças que juntas formavam vários desenhos diferentes. Eram os primórdios do quebra-cabeça da forma como conhecemos hoje.

Depois disso, o jogo foi aperfeiçoado e no século 18 ele já era uma brincadeira entre os estudantes de geografia que colavam mapas em pequenas peças de madeira que, posteriormente, eram cortadas e serviam de encaixe. Tudo isso para que os pequenos compreendessem a organização espacial do planeta.

No começo do século 19, já era um dos brinquedos preferidos das crianças da Europa. Com a Revolução Industrial, passou a ser fabricado em larga escala, o que contribuiu imensamente para sua popularização.

 

Um lindo quadro decorativo

Muitos amantes desta pratica optam por, depois de prontos, colocarem molduras e  deixarem em exibição para decorar a casa  ou presentear amigos. 

 

Sugestões para iniciantes

Inicie com um de 500 peças para ver se gosta e depois se aventurem nos maiores. As dicas de especialistas é separar as peças por cores e por formato de corte. Isso ajuda na hora de montar. O indicado é começar a montagem pelas laterais e depois ir para a parte central.

 

Onde encontrar

- Opções lindas podem ser encontradas aqui em Bagé, na Nova Era. Na internet também é possível encontra imagens lindas que, certamente, vão combinar com seu estilo ou com a decoração da sua casa. É só acessar esses links.

https://www.mundoqcs.com.br/quebra-cabecas/

https://www.abiuzipuzzles.com.br

https://www.lojagrow.com.br

https://www.facebook.com/groups/clubedoquebracabeca/

 

Recordista

Você sabia que uma brasileira é a maior colecionadora de quebra-cabeças do mundo? O feito é de Luíza Figueiredo, que fez o Guinness World Records abrir uma categoria para ela, em 2010, e pela qual ainda defende seu título, agora com 1.200 quebra-cabeças montados.  

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Outras edições

Carregando...